Mecânico constrói seu próprio “McLaren F1″ por R$ 77 mil

Jacek Mazur decidiu fazer uma réplica do McLaren F1 assim que viu um pela primeira vez. Trabalho durou oito anos e consumiu cerca de 20 mil libras esterlinas. Preço por um modelo real supera os milhões de dólares

Réplica construída por Jacek Mazur é facilmente confundida por um McLaren F1 de verdade pelas ruas. Foto:Divulgação
Réplica construída por Jacek Mazur é facilmente confundida por um McLaren F1 de verdade pelas ruas. Foto:Divulgação

Lenda no mundo automotivo, o McLaren F1 foi concebido no final dos anos 80 e começou a ser produzido no começo da década seguinte, sendo limitado a pouco mais de 100 unidades. Seu motor acelera até 390 km e o interior conta com lugares para dois passageiros – o motorista/piloto se senta entre eles -, uma novidade no mundo do superesportivos. É, sem dúvidas, uma raridade, e ter um desses hoje em dia custaria aos bolsos de um mortal alguns milhões de dólares.

Jacek Mazur conseguiu um por 20 mil libras esterlinas, equivalente a US$ 33 mil ou R$ 77 mil. Na verdade, o mecânico polonês de 48 anos decidiu construir o seu McLaren F1. “O McLaren é um carro tão incrível que quando o vi pela primeira vez decidi que iria construí-lo”, diz Mazur em entrevista à Barcroft TV.

O F1 não é a primeira cria do mecânico. Ele afirma trabalhar na criação de carros há 20 anos, tendo montado um Porsche 911 e um Lamborghini Countach. Para o McLaren, foram necessários oito anos de trabalho, incluindo horas de análise de fotos para construir o chassi. O polonês diz que a parte mais difícil foi fazer o assento do motorista, localizado no centro do carro e não em um dos lados, dependendo do país. Ele ainda encontrou espaço para um quarto assento, batizado de “Hammond Seat” em homenagem a Richard Hammond, do programa britânico “Top Gear”, do qual Mazur é grande fã.

A semelhança da réplica construída com o modelo de verdade faz com que muitas pessoas parem para tirar fotos e perguntar mais sobre o carro, conta o polonês: “Parece de verdade”. “Alguém que monta seu carro é visto de forma diferente de quem compra um”, completa.

Fonte:Terra

Compartilhar: