Iluminação do acesso ao aeroporto de São Gonçalo é inaugurada

A poucos dias do início das atividades do aeroporto, São Gonçalo conclui instalação da iluminação pública nos acessos

67I67I4I45I46I46I

Marcelo Hollanda

hollandajornalista@gmail.com

Primeiro tudo dependia da autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que nesta segunda-feira (19), em Brasília, homologaria a data oficial para a inauguração ou não do Aeroporto Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante.

Na bolsa de apostas a maioria dos palpites estava cravada para o próximo dia 22, quinta-feira. Depois veio a postagem no Twitter do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, dando como certa a data de seis de junho, dia em que a presidente Dilma Roussef chega para a inauguração oficial, ainda segundo o deputado.

Ontem, finalmente, foi confirmado o início de operações do aeroporto para o último dia deste mês, 31 de maio. A informação não saiu da ANAC, mas da SAC, a Secretaria de Aviação Civil, ligada à Presidência da República.

Pela legislação, o governador ou presidente da República em exercício tem até o dia seis de julho para inaugurar obras sem que isso configure propaganda eleitoral. Segundo o especialista em direito eleitoral, Wlademir Capistrano, em geral os políticos preferem não correr riscos e realizam suas inaugurações até 30 de junho. Pela lei, eles precisam obedecer ao limite de 90 dias antes das eleições para fazer isso.

Ontem pela manhã, em São Gonçalo, ninguém sabia informar o dia certo da inauguração. Desde cedo, o prefeito Jaime Calado esteve reunido, acertando os últimos detalhes ligados ao acesso do novo aeroporto com a cidade e a inauguração oficial, que acontece hoje à noite, da iluminação do acesso norte ao aeroporto. Até ontem, 40 postes ainda aguardavam a ligação com a energia elétrica.

São 237 postes, dos quais 102 no trajeto entre a BR-406 e o terminal e outros 95 braços de lâmpada na rodovia federal ao custo para o município de R$ 2,2 milhões. Não significa que o serviço estará completo de ponta a ponta, pois a iluminação dos acessos da RN-160, que corta São Gonçalo do Amarante, e da BR-304, que vem de Macaíba, ainda dependem da finalização do serviço por parte do Governo do Estado.

Há uma semana, no último sábado, O JORNAL DE HOJE percorreu todo o acesso Norte ao novo terminal e constatou que as desapropriações para a duplicação da BR-406 conhecida como acesso Norte estão paradas, sem previsão. O que anda rápido é a conexão ligando a BR-406 ao aeroporto, cuja alça de entrada o Estado não deverá concluir no prazo. São seis km que separam o entroncamento ao viaduto.

É a quarta vez neste ano que o aeroporto de São Gonçalo do Amarante tem sua data de inauguração alterada. O próprio ministro Moreira Franco, da Secretaria de Aviação Civil, no mês passado, tinha sérias dúvidas se seria possível colocar o terminal de operação antes da Copa do Mundo. A maior dúvida dele – transmitida aos jornalistas durante a inspeção que fez à obra – recaia sobre a capacidade das companhias aéreas de transferirem dentro do prazo.

O JH percorreu neste sábado as agências de viagens e nenhuma delas recebeu qualquer comunicação sobre o fim de funcionamento do terminal de Parnamirim. “Nem o pessoal das companhias com os quais conversamos todos os dias sabe de nada”, disse hoje Karina Emerenciano. da KLP Turismo.

O novo prazo de 31 de maio permitirá que as empresas aéreas concluam a conexão dos seus sistemas com o do aeroporto, informa o Consórcio Inframérica – grupo que construiu e que vai administrar o aeroporto. A expectativa é que no próximo dia 21 (quarta-feira) as companhias aéreas comecem a comunicar ao público a mudança.

Compartilhar: