Imagens de delegado entrando em motel com carro oficial podem ser montagem

Kepler disse ainda que há suspeita de que o delegado tenha sido vítima de armação e que as imagens seriam montagem

Para o Delegado Adson Kepler, imagens envolvendo o Delegado Odilon Teodósio (foto) podem ser montagens. Foto:Divulgação
Para o Delegado Adson Kepler, imagens envolvendo o Delegado Odilon Teodósio (foto) podem ser montagens. Foto:Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte informou que está apurando a veracidade das imagens de uma reportagem exibida pelo SBT na noite dessa terça-feira (21) que mostram supostamente um delegado da polícia civil do RN usando o carro da corporação para ir a um motel com uma jovem depois de ter jantado com ela em um restaurante de Natal.

De acordo com a reportagem, o delegado titular da DPGran (Delegacia de Polícia da Grande Natal), Odilon Teodósio, ele teria usado um veículo da polícia, que é descaracterizado para utilização em investigações, para ir a um restaurante e depois a um motel com uma jovem em Natal. A reportagem disse ainda que a jovem seria menor de idade e trabalharia em um shopping da capital potiguar.

A polícia se posicionou sobre o caso nesta quarta-feira (22). De acordo com o delegado geral adjunto da Degepol (Delegacia Geral da Polícia Civil), Adson Kepler, o caso foi repassado para a Corregedoria de Polícia Civil, que deve se posicionar sobre o assunto em um período de 30 a 90 dias.

“As denúncias serão apuradas com toda isenção possível e já encaminhamos o caso para Corregedoria Geral da Polícia Civil e se realmente houver indícios de qualquer ilícito penal será designado um delegado especial para investigar o caso.”

Kepler disse ainda que há suspeita de que o delegado tenha sido vítima de armação e que as imagens seriam montagem.

“Solicitamos as imagens para investigar a veracidade das mesmas, pois não descartamos a possibilidade de retaliação em ambas as denúncias”, disse Kepler, destacando que a polícia está em busca da jovem para saber a real idade dela. “Ela pode ser maior de idade e isso será comprovado com documentos.” Segundo ele, os delegados são conhecidos na polícia por serem linha dura e, por isso, poderiam ser retaliados.

Caso seja comprovado que a jovem seja menor de idade, o motel também será responsabilizado.

Na imagem que mostra o delegado dentro do carro na garagem do motel, é a jovem quem desce para fechar o toldo.

“As denúncias serão apuradas com toda isenção possível e já encaminhamos o caso para Corregedoria Geral da Polícia Civil e se realmente houver indícios de qualquer ilícito penal será designado um delegado especial para investigar o caso”, relatou.

Outro caso

A reportagem do SBT Brasil mostrou ainda que o delegado-adjunto da DPGran, Alexsandro Costa, também teria usado outro carro da polícia para fins particulares.

Ele é professor de Direito Penal em uma faculdade particular em Natal e aparece chegando ao prédio da instituição usando um carro da polícia.
Segundo a polícia, os delegados denunciados já pediram afastamento de seus cargos para garantir a lisura das investigações.

Os dois delegados negam as acusações.

Fonte:Uol

Compartilhar: