Imitando Roberto Carlos, Tiririca come carne durante horário eleitoral

Palhaço Tiririca roubou mais uma vez a cena do horário eleitoral em São Paulo

O deputado federal Tiririca usou roupa branca e peruca para parodiar Roberto Carlos no horário eleitoral. Foto: Reprodução
O deputado federal Tiririca usou roupa branca e peruca para parodiar Roberto Carlos no horário eleitoral. Foto: Reprodução

Deputado mais votado da eleição de 2010 e símbolo da esculhambação da política nacional, o palhaço Tiririca roubou mais uma vez a cena do horário eleitoral em São Paulo, que começou nesta terça-feira (19).

Parodiando o rei Roberto Carlos nas propagandas da Friboi, Tiririca usou todo o tempo de televisão do PR (Partido da República) cantando uma música com a letra “Eu votei, de novo eu vou votar. Tiririca, Brasília é o seu lugar”.

Tiririca é a principal aposta do PR para formar grande bancada de deputados federais em SP, como aconteceu em 2010. Neste ano ele usa o bordão “Tá de saco cheio da política? Vote no Tiririca”.

Ao conquistar 1,3 milhão de votos em 2010, o palhaço cearense conseguiu levar para Brasília três outros deputados federais da coligação dele, entre eles o mensaleiro Valdemar da Costa Neto (PR-SP), que renunciou ao mandato em dezembro de 2013 após ser condenado no Supremo Tribunal Federal (STF) no escândalo do mensalão.

Nas inserções no meio da programação das redes de televisão, Tiririca ainda apareceu nesta terça-feira ironizando o “exercício” do mandato de deputado federal e pedindo voto com o slogan da campanha de 2014.

Além do palhaço Tiririca, o primeiro dia de propaganda eleitoral de 2014 trouxe outros candidatos celebridades e conhecidos do grande público, como a volta da candidata Dra. Havanir (Meu nome é Havanir!), o cantor Sérgio Reis, o cirurgião plástico Dr. Rey e o transexual Léo Áquila.

Outras duas figuras inusitadas deste primeiro dia de propaganda eleitoral em São Paulo foram o ex-presidente do Corinthians, Andres Sanchez, candidato a deputado federal pelo PT, e a polêmica família de Jair Bolsonaro (PP-RJ).

O deputado que defende os militares e é contra os gays incentivou o filho a se mudar do Rio para São Paulo, na tentativa de captar o voto mais reacionário e conservador do Estado.

Eduardo Bolsonaro quase não abriu a boca nos dez segundos de aparição na tv, cabendo ao pai toda a propaganda da família. O mini Bolsonaro é candidato a deputado federal pelo PSC-SP do Pastor Marco Feliciano, outra figura folclórica que brilhou no primeiro dia de propaganda eleitoral.

Fonte: Terra

Compartilhar: