Impostos ficaram com 35,85% da renda de brasileiros em 2012

A carga tributária brasileira é superior a dos grandes países emergentes, como Rússia (23%), China (20%), África do Sul (18%) e Índia (13%).

A carga tributária em 2012 superou o recorde de 2011, quando os impostos consumiram o 35,31% da renda dos brasileiros na média, de acordo com a Receita. Foto:Divulgação
A carga tributária em 2012 superou o recorde de 2011, quando os impostos consumiram o 35,31% da renda dos brasileiros na média, de acordo com a Receita. Foto:Divulgação

Mais de um terço da renda dos brasileiros em 2012, 35,85%, foi destinada ao pagamento de impostos, um novo recorde, de acordo com dados divulgados pela Receita Federal.

A carga tributária do Brasil voltou a ser uma das maiores do mundo em 2012 e permitiu à administração pública arrecadar um recorde de R$ 1,57 trilhão.

A arrecadação dos governos federal, estadual e municipal cresceu 2,44% entre 2011 e 2012, o que contribuiu com o aumento da carga tributária.

A porcentagem de renda que os brasileiros destinam aos impostos aumentou ano passado apesar da manutenção da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos, móveis e eletrodomésticos que têm como objetivo incentivar o consumo e ajudar aos setores mais afetados pela crise econômica internacional.

“O grande aumento (da arrecadação) foi nos estados e nos municípios”, explicou o Coordenador-Geral de Estudos Econômico-Tributários e de Previsão e Análise de Arrecadação da Receita Federal, Othoniel Lucas, ao revelar que a participação de impostos do governo nacional na arrecadação total caiu de 70% em 2011 para 69% em 2012.

A carga tributária brasileira é superior a dos grandes países emergentes, como Rússia (23%), China (20%), África do Sul (18%) e Índia (13%).

E só está abaixo da de países desenvolvidos com ambiciosos programas de bem-estar social como Dinamarca (48,1%), Suécia (44,5%), França (44,2%) e Noruega (43,2%), segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário.

Fonte:EFE

Compartilhar: