Inflação em março atinge maior nível mensal em 11 anos

Alimentação e bebidas puxaram alta de 0,92% no mês passado — a maior desde 2003

Alimentação e bebidas puxaram alta da inflação em março. Foto: Wesley Santos/Estadão Conteúdo
Alimentação e bebidas puxaram alta da inflação em março. Foto: Wesley Santos/Estadão Conteúdo

A inflação oficial medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) subiu 0,92% em março e atingiu o maior nível nesse mês desde 2003, quando subiu 1,23% no período. As informações foram divulgadas pelo IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) nesta quarta-feira (9).

O índice de março também foi maior que o registrado em fevereiro, de 0,69%, e que o mesmo mês do ano passado, de 0,47%. No acumulado deste ano, a inflação oficial já chegou a 2,18% e, nos últimos doze meses, a taxa está em 6,15%.
O resultado foi impactado sobretudo pelo grupo Alimentação e Bebidas, que subiu 1,92% e foi responsável por 51% do IPCA no mês de março. Outro grupo com grande influência foi Transportes, que avançou 1,38% no mês e, ao lado de Alimentação e Bebidas, representam 79% do índice oficial.

Produtos

As principais altas observadas no grupo Alimentação e Bebidas foram a batata inglesa, que subiu 35,05% em março, e tomate, que avançou 32,85% no período. De acordo com o IBGE, o aumento nos preços foi resultado da “seca que atingiu as lavouras de alguns estados e prejudicou a oferta de alimentos”.

Outros produtos desse grupo que tiveram altas expressivas foram feijão-carioca (11,81%), hortaliças e verduras (9,36%) e ovo de galinha (8,21%).

No grupo Transportes, por sua vez, a maior influência veio das passagens aéreas, que ficaram 26,49% mais caras em março e estão entre as principais responsáveis pela alta do IPCA no mês. Outro destaque foi o etanol, que subiu 4,07%, que teve reflexo sobre a gasolina, que teve avanço mais tímido, de 0,67%.

 

Fonte: R7

Compartilhar: