Inspirado, Hernane marca quatro gols e Flamengo goleia o Macaé

Time rubro-negro voltou a se isolar na liderança do primeiro turno do Campeonato Carioca

Hernane marcou 4 e manteve o Flamengo na liderança. Foto:Divulgação
Hernane marcou 4 e manteve o Flamengo na liderança. Foto:Divulgação

O Flamengo voltou a se isolar na liderança do primeiro turno do Campeonato Carioca ao golear o Macaé por 5 a 2, em partida disputada na tarde deste domingo, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O jogo marcou o reeencontro do atacante Hernane, artilheiro do Flamengo na temporada passada, com o gol. O Brocador marcou quatro vezes e se tornou o principal responsável por mais uma fácil vitória da sua equipe. Negueba completou o marcador.

O resultado levou o time rubro-negro a abrir três pontos de vantagem sobre o Fluminense e, agora, soma 13 pontos ganhos. O Macaé segue com quatro pontos ganhos e continua nas proximidades da zona de rebaixamento.

O Macaé começou bem, mas desperdiçou a cobrança de um pênalti, no início da partida, e acabou não resistindo ao maior talento do adversário. No segundo tempo, a entrada de Ernani aumentou o poder ofensivo da equipe, mas o goleiro Felipe, com ótimas defesas, impediu qualquer tentativa de reação.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Boavista, em Moça Bonita. Já o Macaé recebe o Friburguense, no Moacyrzão.

O jogo

A partida começou em ritmo lento. Por causa da alta temperatura, os dois times cadenciavam o jogo, trocando muitos passes no meio campo. Aos dois minutos, o Macaé se aproximou, pela primeira vez, da área rubro-negra. O atacante João Carlos foi lançado, se livrou do estreante Erazo e chutou para fora. O lance animou o time do norte fluminense e, aos seis minutos, Marquinhos invadiu a área e foi derrubado por Léo Moura. O árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Marco Goiano bateu no canto direito e Felipe defendeu parcialmente. O rebote voltou para Goiano que acertou a trave esquerda, desperdiçando a primeira grande chance de abrir o marcador.

O Flamengo tentou se organizar depois do lance do pênalti, mas o Macaé continuava mais bem postado em campo. Aos dez minutos, Waldir avançou pela direita e serviu João Carlos, livre na área, mas o atacante chutou para fora.

O time dirigido por Jayme de Almeida seguia tocando a bola com muita lentidão e não conseguia chegar na área adversária em condições de finalizar, enquanto o Macaé tentava acelerar o jogo para surpreender a zaga rubro-negra.

O Flamengo chegou, pela primeira vez, na área do Macaé, aos 13 minutos, quando Paulinho invadiu pela esquerda e foi travado na hora do chute. A bola sobrou para Hernane que bateu por cima do travessão. No minuto seguinte, o time da Gávea marcou o primeiro gol. Léo Moura investiu pela direita e tocou para Elano, na grande área. O meia pensou rápido e colocou Hernane na cara do gol. O Brocador bateu, de primeira, para colocar a bola nas redes e marcar o seu primeiro gol na competição.

A vantagem fez o Flamengo passar a dominar o jogo, enquanto o Macaé, abatido pelo pênalti perdido e gol sofrido, parecia desanimado, errando passes e permitindo que o adversário manobrasse com inteira liberdade. Depois da parada técnica, o Macaé tentou voltar a ser agressivo e, aos 22 minutos, o zagueiro Filipe Machado arriscou de longe e o goleiro Felipe soltou, mas a defesa aliviou o perigo.

Aos 25 minutos, o Flamengo acabou com qualquer tentativa de reação do Macaé. Elano lançou Paulinho na corrida, o goleiro Felipe Sanchez saiu mal para tentar cortar o lançamento e a bola sobrou para Amaral tocar para Hernane. O Brocador apenas rolou para o gol vazio.

Com dois gols de vantagem, os jogadores rubro-negros passaram a dosar o ritmo, preferindo trocar passes na intermediária para desgastar ainda mais o adversário que precisava correr atrás do resultado.

O esforço do Macaé acabou sendo premiado aos 39 minutos. Tudo começou com Waldir que se livrou,com facilidade, de André Santos e Erazo e cruzou. João Carlos ganhou da zaga e passou para Marquinho bater, sem chances para Felipe.

O entusiasmo do Macaé durou pouco tempo. Aos 44 minutos, o Flamengo marcou o terceiro gol. Léo Moura fez boa jogada individual, driblando três adversários e lançou Elano, na área. O chute do meia desviou na zaga e sobrou para Hernane, que sem marcação, só empurrou para o fundo das redes.

A exemplo do que aconteceu no começo da primeira etapa, o segundo tempo começou com pouca movimentação das duas equipes. O Flamengo administrava o resultado, enquanto o Macaé tentav a explorar as investidas do meia Ernani que entrou na lateral esquerda.

Aos sete minutos, o Flamengo marcou o quarto gol, novamente com Hernane. O artilheiro, sempre bem colocado na área, aproveitou a boa jogada de Gabriel que invadiu pela esquerda e, quando Felipe Sanchez saiu para tentar abafar a jogada, o meia rubro-negro tocou para o Brocador apenas desviar para as redes.

Mesmo em grande desvantagem, o Macaé ainda tentou reduzir o prejuízo. Aos 14 minutos, Ernani mandou a bomba e Felipe fez grande defesa, espalmando para escanteio. Na cobrança, Cléber Carioca cabeceou e a bola se chocou com a trave.

Felipe voltou a aparecer bem, aos 18 minutos, em nova cobrança de falta executada por Ernani. O goleiro rubro-negro desviou para escanteio.

O duelo entre o meia Ernani e o goleiro Felipe prosseguia. Aos 23 minutos, outra conclusão do meia do Macaé e outra defesa difícil do goleiro do Flamengo.

O time dirigido por Jayme de Almeida tocava a bola sem muita profundidade, economizando energias e só voltou a se aproximar do gol do Macaé, aos 26 minutos, em chute perigoso de Muralha.

Aos 28 minutos, Muralha errou um passe na defesa e obrigou o zagueiro equatoriano Erazo a derrubar o adversário para impedir que ele investisse para o gol. Pela infração, o estreante recebeu cartão vermelho, deixando o Flamengo com dez jogadores. Para recompor a defesa, o zagueiro Samir entrou no lugar de Paulinho. Aos 34 minutos, foi a vez de Digão testar o goleiro Felipe com um chute de longa distância, e o goleiro rubro-negro fez outra boa defesa.

Jayme de Almeida ainda trocou o meia Elano pelo atacante Negueba, mas foi o Macaé que marcou, aos 41 minutos, através de Waldir que se livrou de Léo Moura e chutou. A bola desviou no zagueiro Samir e enganou o goleiro Felipe.

Logo depois, Ernani foi expulso de campo por acertar Amaral em lance violento e acabou com qualquer chance de reação do Macaé.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 5 x 2 MACAÉ

Local: Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data: 2 de fevereiro de 2014, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Público: 3.359 presentes
Árbitro: Eduardo Guimarães
Assistentes: Lilian Bruno e Andréa Izaura de Sá
Cartão Amarelo: Léo Moura (Flamengo); Cléber Carioca, Wallace, Gedeil (Macaé)
Cartão Vermelho: Erazo (Flamengo); Ernani (Macaé)

Gols:
FLAMENGO: Hernane, aos 14, 25 e 44 minutos do primeiro tempo e aos sete minutos do segundo tempo; Negueba, aos 45 minutos do segundo tempo
MACAÉ: Marquinhos, aos 39 minutos do primeiro tempo e Waldir, aos 41 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Wallace, Erazo e André Santos; Amaral, Muralha, Elano (Negueba) e Carlos Eduardo (Gabriel); Paulinho (Samir) e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

MACAÉ: Felipe Sanchez, Wallace, Filipe Machado, Cléber Carioca e Marco Goiano (Ernani); Gedeil, Digão, Dos Santos (Leozinho), Marquinho e Waldir; João Carlos
Técnico: Paulo Henrique Filho

Fonte:IG

Compartilhar: