No intervalo, Alemanha teria feito pacto para não humilhar o Brasil

Zagueiro Hummels teria dito a tabloide inglês que os alemães concordaram em tirar o pé antes do início do segundo tempo

Alemães comemoram passagem para a final em jogo histórico. Foto: Divulgação
Alemães comemoram passagem para a final em jogo histórico. Foto: Divulgação

Em entrevista ao jornal inglês “Daily Mirror”, o zagueiro Mats Hummels teria revelado que no intervalo da histórica goleada de 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil, ao invés de comemorações pelo resultado já alcançado (àquela altura o placar marcava 5 a 0 para os europeus), os alemães se reuniram e fizeram um pacto para não humilhar a Seleção Brasileira.

“Ficou bem claro que teríamos de continuar concentrados, jogar de forma séria e procurar não humilhar a Seleção Brasileira. Quando se está em campo, temos de mostrar respeito pelo adversário e foi muito importante que assim tenha sido, sem embarcar em brincadeiras ou algo do gênero. Não queríamos ridicularizar o Brasil”, teria dito o zagueiro.

Hummels, um dos principais nomes da Alemanha na Copa e autor do gol que levou os alemães para a semifinal no jogo com a França, é dúvida para o final da Copa do Mundo. Ele saiu da semifinal no segundo tempo com uma lesão no joelho e ainda não sabe se ele irá se recuperar. Mertesacker entrou em seu lugar e, caso o jogador do Borussia Dortmund não tenha condições de jogo, deve ser o escolhido para jogar na grande decisão.

Fonte: Lancenet

Compartilhar:
    Publicidade