Invasor do gramado da Fonte Nova entrou de cadeira de rodas no estádio

Italiano Mario Ferri veio com plano de invasão já arquitetado. Delegado autuou jovem em flagrante

Invasor da Fonte Nova comemora feito. Foto: Divulgação
Invasor da Fonte Nova comemora feito. Foto: Divulgação

O rapaz que invadiu o gramado da Fonte Nova enquanto Bélgica e Estados Unidos disputavam uma vaga nas quartas de final entrou no estádio de cadeira de rodas. Em depoimento no posto policial montado no estádio, o italiano Mario Ferri confessou que tudo foi planejado em seu país.

O italiano disse ainda que a invasão teve como objetivo chamar a atenção para a situação das crianças que vivem em favelas. Na camisa do super-homem que usava no momento era possível ler abaixo do símbolo do herói do cinema e dos quadrinhos a frase ‘Save Favela’s Children’ (Salvem as crianças da favela).

Segundo o delegado William Achan, ele foi autuado em flagrante pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. Agora, Ferri vai ser ouvido por um juiz que vai determinar o destino do invasor. Achan informou que a Polícia Federal já foi notificada sobre o fato.

“Ele disse para nós que ficou estrategicamente posicionado para que a invasão fosse facilitada”, disse Achan.

Esta não é a primeira vez que o rapaz da cidade de Pescara invade gramados. Na Copa de 2010, ele entrou em campo durante a partida entre Espanha e Alemanha. No mesmo ano, repetiu a dose na final do Mundial de Clubes.

Fonte: Lancenet

Compartilhar: