Iraque bloqueia acesso de seus cidadãos às mídias sociais

Esta é a primeira que a internet é bloqueada no país

Na última sexta-feira, o Twitter já havia reportado os problemas de acesso no Iraque por meio de seu perfil de política pública. Foto: Divulgação
Na última sexta-feira, o Twitter já havia reportado os problemas de acesso no Iraque por meio de seu perfil de política pública. Foto: Divulgação

O Governo do Iraque bloqueou os acessos de seus cidadãos ao Facebook, Twitter e outras mídias sociais nesta segunda-feira, após o crescimento do combate de rebeldes no país. Segundo a BBC, usuários iraquianos que tentam visitar esses sites acabam visualizando uma mensagem de bloqueio do Ministério das Comunicações.

A decisão de bloquear as páginas surgiu após os rebeldes islâmicos usarem o Twitter para postar imagens de um homem decapitado e para espalhar mensagens em prol de sua luta. Uma fonte do governo iraquiano disse que o acesso à internet foi total restringido em algumas províncias. Um porta-voz do Facebook disse que o bloqueio era “uma questão de preocupação”. A assessoria do Youtube disse que “não há falhas técnicas” na página e estão verificando a situação.

Na última sexta-feira, o Twitter já havia reportado os problemas de acesso no Iraque por meio de seu perfil de política pública. Esta é a primeira vez que a internet é bloqueada no país, nem mesmo durante os 24 anos da ditadura Saddam Hussein existiu este tipo de censura. Antes a internet era controlada, porém livre.

Compartilhar:
    Publicidade