Italianos sofrem com calor de Manaus e citam alucinações durante a partida

A vitória italiana foi construída com gols de Claudio Marchisio e Mario Balotelli

Pirlo sofreu com o forte calor de Manaus. Foto: Divulgação
Pirlo sofreu com o forte calor de Manaus. Foto: Divulgação

A Itália teve que superar não somente a Inglaterra em sua estreia na Copa do Mundo. Para vencer a partida por 2 a 1, os jogadores italianos tiveram que aprender a lidar com o calor de Manaus. Mesmo que o jogo tenha ocorrido a partir das 19h deste sábado e portanto já sem sol, a temperatura se manteve alta.

Capitão da Itália na ausência de Gianluigi Buffon, o meio-campista Andrea Pirlo classificou o clima como “um calor tremendo”. “Eu vi uma Itália valente que queria jogar bem e se impor no jogo. Fizemos uma grande partida, apesar do calor tremendo. Foi uma vitória importante para dar moral”, disse o volante.

A vitória italiana foi construída com gols de Claudio Marchisio e Mario Balotelli – Daniel Sturridge descontou para os ingleses. Autor do gol que iniciou a contagem do placar, o meia Marchisio relatou o quanto sofreu com o calor e disse que acho que teria alucinações.

“O mais importante é começar a competição com uma vitória. Esta era a coisa mais importante, sobretudo em um dia em que jogar futebol era verdadeiramente difícil. Em certos momentos posso afirmar que parecia que sofria alucinações por conta do calor que fazia”, falou o meio-campista.

A Itália tem como próximo compromisso o duelo contra a Costa Rica, que surpreendeu o Uruguai com uma virada por 3 a 1 e lidera o Grupo D daCopa. A partida acontece na sexta-feira, na Arena Pernambuco, às 13h.

Fonte: Terra

Compartilhar: