J-idols são atacadas com serrote: “elas vão ficar traumatizadas para sempre”

Apontada pelo Guinness Book como a maior banda do mundo, o grupo AKB48 teve duas integrantes atacadas neste domingo (25) por um homem de 24 anos durante encontro com fãs

f2omac7sydqzk5xrpr9ewbzd0

Neste domingo (25), os fãs de J-pop tiveram que segurar o fôlego: as cantoras Rina Kawaei, 19, e Anna Iriyama, 18, integrantes do grupo AKB48, foram atacadas por um homem munido com um serrote durante um Meet and Greet. As artistas tiveram ferimentos nas mãos e na cabeça, mas não corriam perigo de morte e, após passarem por cirúrgia, receberam alta do hospital nesta segunda-feira (26), em Tóquio.

As garotas, usando chapéus e escondendos as mãos com toalhas brancas, falaram com a multidão de jornalistas que as esperavam na frente da instituição onde estavam internadas. “Fizemos vocês se preocuparem muito, mas estamos voltando para Tóquio agora. Muito obrigada”, afirmou Kawaei.

Segundo a agência AP, a polícia japonesa prendeu Satoru Umeta, um desempregado de 24 anos, por tentativa de assassinato.

O criminoso assumiu a autoria do incidente assim que foi pego, gritando “Eu fiz isto”. O porta-voz das autoridades, Takahiro Fujibayashi, disse que Umeta confessou que não era um fã do AKB48 e só queria cometer um homicídio aleatório.

A notícia deixou muita gente com o cabelo em pé porque o AKB48 é um dos mais famosos grupos de pop japonês, tendo fãs em toda a Ásia. Formada atualmente por 140 cantoras, incluindo artistas em treinamento e veteranas, é considerada a maior banda em número de integrantes pelo livro de recordes Guiness Book. Todos os anos acontece um reality show bastante famoso no Japão onde cerca de 200 candidatas tentam uma vaga na formação.

 

Fonte: iG

Compartilhar:
    Publicidade