Potiguar Jadson André começa com vitória e passa direto para 3ª fase

Com uma performance sensacional, o potiguar mandou bem e segue na disputa do Margaret River Pro, após vencer bateria

TYJTEYJJE

O brasileiro Gabriel Medina estreou como líder do ranking do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour 2014 com a maior nota – 8,90 – da quarta-feira em Surfers Point para vencer a bateria que fechou a rodada inicial do Drug Aware Margaret River Pro na Austrália. Além dele, os também paulistas Miguel Pupo e Filipe Toledo e o potiguar Jadson André começaram com vitórias e passaram direto para a terceira fase, enquanto Adriano de Souza, Raoni Monteiro e o contundido Alejo Muniz, vão ter que encarar a repescagem em Margaret River. Depois do masculino, foi a vez das meninas estrearem em Surfers Point na tarde da quarta-feira em Western Australia.

“Esta foi uma das baterias mais difíceis da primeira fase, contra o John John (Florence) e o Kolohe (Andino)”, destacou Gabriel Medina. “Era uma bateria boa de ganhar para dar mais confiança para o restante do evento e eu comecei a fazer os aéreos porque vi o John John escolher essa manobra antes de mim. E é assim que funciona uma competição de alto nível, todos nós estamos empurrando os limites para cima. Já sobre estar liderando o ranking, eu acho isso bom, não sinto qualquer pressão e continuo fazendo o meu surfe da mesma maneira”.

“Obrigado senhor por vencer minha primeira bateria aqui no WCT de Margaret River. Era uma bateria super difícil contra o Adriano de Souza , que esta em uma fase alucinante, e Owen Wright. Consegui achar uma direita muito boa e uma esquerda também”, agradeceu Jadson André, no Facebook.

CONFIRA O AÉREO QUE JADSON ACERTOU DURANTE A BATERIA

A primeira fase classificatória da etapa que é uma das novidades no calendário da divisão de elite do ASP World Tour esse ano, começou e terminou com vitórias verde-amarelas. O paulista Filipe Toledo ganhou nota 7,0 no tubo que surfou seguido por suas manobras modernas executadas com pressão e velocidade na primeira onda do Drug Aware Margaret River Pro e liderou todo o confronto contra o norte-americano Nat Young e o basco Aritz Aranburu. Apesar das boas ondas de 4-6 pés, as séries demoravam a entrar em Surfers Point e longas calmarias marcaram a maioria das baterias realizadas na quarta-feira em Margaret River.

Na segunda do dia, ela teve que ser reiniciada porque ninguém surfou nada nos 10 primeiros minutos. Quando recomeçou, o sul-africano Jordy Smith pegou as melhores ondas que entraram para derrotar o carioca Raoni Monteiro e o havaiano Sebastian Zietz. Em seguida começaram a estrear os campeões mundiais e o único a vencer foi o defensor do título, Mick Fanning. Kelly Slater foi derrotado pelo classificado nas triagens, o australiano Yadin Nicol. Joel Parkinson perdeu para Adam Melling e C. J. Hobgood foi mandado para a repescagem por Miguel Pupo.

JRRJERJJ

Na disputa seguinte, o catarinense Alejo Muniz acabou nem entrando no mar por causa de uma contusão no tornozelo e Josh Kerr ganhou o duelo australiano contra Adrian Buchan. Depois começou a bateria com participação dupla do Brasil e o potiguar Jadson André derrotou o paulista Adriano “Mineirinho” de Souza e o australiano Owen Wright com duas notas na casa dos 7 pontos na terceira vitória verde-amarela do dia em Surfers Point.

MELHORES DO DIA – A quarta foi conquistada por Gabriel Medina em sua primeira defesa da liderança do ranking conseguida com a sua vitória inédita para o Brasil no Quiksilver Pro Gold Coast. O havaiano John John Florence largou na frente com um “boeing” 7,67 usando os aéreos, então Medina fez o mesmo para arrancar a maior nota do dia – 8,90 – e vencer o último confronto da primeira fase por 15,40 pontos, marca que só não superou os exatos 16 pontos do australiano Julian Wilson. O havaiano ficou em segundo com 14,67 pontos e o norte-americano Kolohe Andino em último com 12,96.

“Eu entrei numa hora boa do mar e isso facilitou um pouco para escolher as melhores ondas”, falou o recordista de pontos da quarta-feira, Julian Wilson. “Estou feliz por estar de volta a Margaret River, que é um lugar que eu adoro surfar. A primeira etapa em Snapper Rocks foi frustrante para mim, mas continuo focado porque o ano é longo e vai haver altos e baixos durante a temporada. Eu só tenho que continuar olhando para a frente e manter o positivismo em tudo”.

BRASIL NA REPESCAGEM – Enquanto os quatro brasileiros que estrearam com vitórias passaram direto para a terceira fase da competição, os outros três terão que encarar uma rodada extra nas ondas pesadas com power havaiano de Surfers Point. A repescagem de “gala” do Drug Aware Margaret River Pro começa com Kelly Slater contra Nathan Hedge e Joel Parkinson contra Mitchel Coleborn.

Já o outro campeão mundial que tropeçou na estreia, C. J. Hobgood, será o adversário do brasileiro Raoni Monteiro na quarta bateria. Na quinta, tem Adriano de Souza defendendo a terceira colocação no ranking contra o basco Aritz Aranburu. E na oitava está Alejo Muniz, que ainda é dúvida se vai poder competir ou não por causa da contusão no tornozelo sofrida enquanto treinava para o evento, com o australiano Owen Wright.

MENINAS EM AÇÃO – Depois da primeira fase masculina, foi realizada a rodada inicial feminina na tarde de ondas irregulares com séries demoradas na quarta-feira em Surfers Point. Diferente dos homens, entre as meninas não tiveram surpresas e as favoritas avançaram direto para a terceira fase. A pentacampeã mundial e líder do ranking 2014, Stephanie Gilmore, foi uma delas. As outras foram a defensora do título, Carissa Moore, a vice-campeã do ano passado, Tyler Wright, Courtney Conlogue e Bianca Buitendag.

A única cabeça de chave que foi mandada para a repescagem foi a número 3 do mundo em 2013, Sally Fitzgibbons. Mas, o resultado não pode ser considerado uma zebra porque a vencedora, Malia Manuel, dividiu o quinto lugar com ela na etapa que abriu a temporada 2014 do Samsung Galaxy ASP Women´s Championship Tour na Gold Coast, também na Austrália.

O Drug Aware Margaret River Pro está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado pelo www.aspsouthamerica.com e acompanhem a participação brasileira também pelas redes sociais da ASP South America – www.facebook.com/aspsouthamerica e www.twitter.com/aspsouthameric1

PRIMEIRA FASE DO DRUG AWARE MARGARET RIVER PRO – 1.o=Terceira Fase / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: 1-Filipe Toledo (BRA)=12.23, 2-Nat Young (EUA)=8.77, 3-Aritz Aranburu (EUK)=8.23

2.a: 1-Jordy Smith (AFR)=15.33, 2-Raoni Monteiro (BRA)=10.70, 3-Sebastian Zietz (HAV)=6.46

3.a: 1-Taj Burrow (AUS)=10.77, 2-Brett Simpson (EUA)=9.50, 3-Fredrick Patacchia (HAV)=7.60

4.a: 1-Adam Melling (AUS)=13.17, 2-Joel Parkinson (AUS)=10.83, 3-Mitch Coleborn (AUS)=9.30

5.a: 1-Yadin Nicol (AUS)=15.23, 2-Kelly Slater (EUA)=11.87, 3-Bede Durbidge (AUS)=10.37

6.a: 1-Mick Fanning (AUS)=13.17, 2-Nathan Hedge (AUS)=9.43, 3-Matt Wilkinson (AUS)=7.57

7.a: 1-Julian Wilson (AUS)=16.00, 2-Jeremy Flores (FRA)=11.53, 3-Dion Atkinson (AUS)=9.17

8.a: 1-Miguel Pupo (BRA)=12.57, 2-C. J. Hobgood (EUA)=11.06, 3-Travis Logie (AFR)=8.90

9.a: 1-Josh Kerr (AUS)=10.50, 2-Adrian Buchan (AUS)=4.83, w.o-Alejo Muniz (BRA)

10: 1-Jadson André (BRA)=14.50, 2-Owen Wright (AUS)=11.26, 3-Adriano de Souza (BRA)=9.86

11: 1-Kai Otton (AUS)=13.40, 2-Mitch Crews (AUS)=12.83, 3-Michel Bourez (TAH)=11.10

12: 1-Gabriel Medina (BRA)=15.40, 2-John John Florence (HAV)=14.67, 3-Kolohe Andino (EUA)=12.96

SEGUNDA FASE – REPESCAGEM – Vitória=Terceira Fase / Derrota=25.o lugar (500 pontos):

1.a: Kelly Slater (EUA) x Nathan Hedge (AUS)

2.a: Joel Parkinson (AUS) x Mitchel Coleborn (AUS)

3.a: Nat Young (EUA) x Brett Simpson (EUA)

4.a: C. J. Hobgood (EUA) x Raoni Monteiro (BRA)

5.a: Adriano de Souza (BRA) x Aritz Aranburu (ESP)

6.a: John John Florence (HAV) x Dion Atkinson (AUS)

7.a: Michel Bourez (TAH) x Travis Logie (AFR)

8.a: Owen Wright (AUS) x Alejo Muniz (BRA)

9.a: Adrian Buchan (AUS) x Mitch Crews (AUS)

10: Jeremy Flores (FRA) x Kolohe Andino (EUA)

11: Sebastian Zietz (HAV) x Matt Wilkinson (AUS)

12: Fredrick Patacchia (HAV) x Bede Durbidge (AUS)

PRIMEIRA FASE DO DRUG AWARE MARGARET RIVER WOMEN´S PRO – 1.a=Terceira Fase / 2.a e 3.a=Repescagem:

1.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=13.83, 2-Coco Ho (HAV)=7.16, 3-Alana Blanchard (HAV)=5.13

2.a: 1-Stephanie Gilmore (EUA)=9.16, 2-Paige Hareb (NZL)=6.77, 3-Pauline Ado (FRA)=3.46

3.a: 1-Carissa Moore (HAV)=11.43, 2-Laura Macaulay (AUS)=11.04, 3-Alessa Quizon (HAV)=6.13

4.a: 1-Tyler Wright (AUS)=11.50, 2-Johanne Defay (FRA)=10.76, 3-Dimity Stoyle (AUS)=7.86

5.a: 1-Malia Manuel (HAV)=12.50, 2-Sally Fitzgibbons (AUS)=9.17, 3-Nikki Van Dijk (AUS)=7.57

6.a: 1-Bianca Buitendag (AFR)=14.40, 2-Lakey Peterson (EUA)=8.27, 3-Laura Enever (AUS)=7.20

SEGUNDA FASE – REPESCAGEM – Vitória=Terceira Fase / Derrota=13.o lugar (1.750 pontos):

1.a: Dimity Stoyle (AUS) x Alana Blanchard (HAV)

2.a: Pauline Ado (FRA) x Paige Hareb (NZL)

3.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Laura Macaulay (AUS)

4.a: Lakey Peterson (EUA) x Johanne Defay (FRA)

5.a: Coco Ho (HAV) x Nikki Van Dijk (AUS)

6.a: Alessa Quizon (HAV) x Laura Enever (AUS)

 

Fonte: Aspsouth America

Compartilhar:
    Publicidade