Jarita vem aí! – Conrado Carlos

Sábado que vem (30), no Teatro Alberto Maranhão (20h30), Bira Santos traz sua personagem Jarita no espetáculo de título sugestivo…

Sábado que vem (30), no Teatro Alberto Maranhão (20h30), Bira Santos traz sua personagem Jarita no espetáculo de título sugestivo “Nem, nem”. Nem baranga, nem diva. Nem exuberante, nem largada. São 28 anos de contato com todas as faixas etárias, que apreciam humor e irreverência. Sem texto, Bira improvisa as gags no palco, com certo linguajar pesado. “Jarita exige muito de mim. Fico preocupado com a aceitação do público. Depois do show, passo mais de 10 dias para me recuperar da tensão”, confessa o artista. Com produção de Lula Belmont, o show ainda tem a performance de Marlúcio Ramalho (dublagem de Elba Ramalho) e Carlos Volu (dublagem de Baby Consuelo). O espetáculo tem duração de 01h e, dependendo da troca entre Jarita e o público, pode se estender mais um pouco. Ingressos antecipados no Bardallo’s Comida & Arte ao preço de R$ 10,00. Na hora custará R$ 30,00 (com direito a meia entrada). Mais informações: 3211.8589 (Bardallo’s).

In Duo

Já na noite desta quinta-feira (28), o pop e o rock internacional correrão soltos no restaurante francês La Brasserie de La Mer (ali na Roberto Freire). A partir das 20h, a cantora Carmem Pradella e o violonista Levi Ribeiro iniciam a temporada do projeto acústico In Duo – que a casa programou para o mês de setembro. U2, ABBA e Bob Dylan estão garantidos no repertório. Mais informações: (84) 3642-7007.

Direito ao Cinema

Parte do calendário cult dos amantes da Sétima Arte, o projeto da faculdade Estácio organizado pelo curso de Direito apresenta no próximo sábado (30) o documentário israelense “Promessas de um novo mundo” (2001) – indicado ao Oscar na categoria. A sessão aberta ao público acontece no auditório da Estácio Alexandrino, a partir das 9h.

Domingueira do Bem

É o nome da festa no próximo domingo (31) no Beach Club Via Costeira. Com início às 13h, as bandas Som e Balanço, Axé Obá (com participações de Cristiano Frois), Iggor Dantas, Guga Fernandes (BA), da Banda Beijjo, grupo Bakulejo e o cantor Brenno Senna tocarão para levantar dinheiro para uma ação social no bairro das Rocas, em outubro. Ingressos no Pittsburg da Prudente de Morais.

Duo Rock

Amanhã (29), a partir das 21h, no Porão das Artes (av. Joaquim Patrício, 1083, Pium), Moises de Lima e Giancarlo Vieira apresentam seu Duo Rock, em que vozes, violões e gaitas se misturam em um repertório de clássicos dos Beatles, Pink Floyd, Raul Seixas, entre outros ícones. A entrada custa R$10,00.

Clássicos do cinema

A partir do próximo dia 06 (até o fim de outubro), o Cinemark renova a seleção de clássicos do cinema do projeto que começou em maio. Temas como “O Poderoso Chefão II”, “Chinatown” e “Nascido Para Matar” (foto) serão exibidos em versões remasterizadas. Ingressos no site www.cinemark.com.br ou direto na bilheteria, ao preço fixo de R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia).

Frida Kahlo etíope

Creio ser inegável que Marina Silva oxigenou uma campanha que pintava como mais uma manjada polarização PT-PSDB. Muitos dizem que ela é incapacitada, sem experiência para tal empreitada. Talvez sejam os mesmos que diziam isso de Lula, em 2003. “Deu no que deu”, ironiza um crítico diante dos números apresentados pela herdeira Dilma Rousseff. Fato é que a senadora do Acre tem uma figura forte, algo sofrida, frágil, como a mexicana Frida Kahlo – não à toa, uma das mulheres mais reverenciadas até hoje na cultura pop. Marina mistura os mesmo atrativos ‘marketáveis’ que a presidente vigente e o anterior. É mulher, de origem pobre, natural de um Estado periférico e tem histórico socialista. Com o acréscimo de ser negra e de chegar em um momento de bronca geral com o arrefecimento econômico e a crise moral. Será difícil tirá-la do Palácio da Alvorada, em janeiro próximo. Ela empresta uma imagem ao país que satisfaz muita gente. Veremos o resultado disso.

Compartilhar: