Jogadoras de futebol do Irã terão de passar por teste de feminilidade

Os testes serão feitos nos clubes, e qualquer jogadora que não tiver a feminilidade comprovada será excluída das competições

Clubes serão obrigados para verificação de sexo antes de assinarem contratos. Foto:Divulgação
Clubes serão obrigados para verificação de sexo antes de assinarem contratos. Foto:Divulgação

As jogadoras de futebol feminino do Irã terão de passar por testes de feminilidade após a descoberta que quatro atletas da seleção do país são, na verdade, homens. Os testes serão feitos nos clubes, e qualquer jogadora que não tiver a feminilidade comprovada será excluída das competições.

A Federação Iraniana já divulgou que outras das principais jogadoras da liga feminina do país, incluindo as quatro que serviam à seleção, eram homens que não haviam completado o processo de mudança de sexo.

O tratamento é legal no Irã desde 1979. A determinação contrasta com proibições ao sexo antes do casamento e aos relacionamentos homossexuais.

“Se essas pessoas podem resolver seus problemas após uma cirurgia e ficarem na posição de receber a necessária qualificação médica, poderão retomar o direito de jogar” disse Ahmed Hashemian, médico da Federação Iraniana, à agência estatal IRNA, com relação às atletas reprovadas.

Foto:Terra

Compartilhar: