Jornais espanhóis ironizam sumiço de Messi e elogiam vontade de Neymar

Na capa do seu site, o jornal As avaliou que "Neymar foi o melhor do Barça e Messi não existiu"

Postura participativa rendeu elogios a Neymar. Foto: Divulgação
Postura participativa rendeu elogios a Neymar. Foto: Divulgação

O Barcelona mal conseguiu atacar o Atlético de Madrid no Vicente Calderón, no duelo que acabou com vitória dos donos da casa por 1 a 0 e classificação da equipe da capital para as semifinais da Liga dos Campeões. A atuação pouco inspirada dos catalães rendeu críticas nos jornais espanhóis para o argentino Messi e elogios a Neymar.

Na capa do seu site, o jornal As avaliou que “Neymar foi o melhor do Barça e Messi não existiu”. O Marca, tradicionalmente vinculado ao Real Madrid, publicou que “só Neymar deu as caras em uma partida na qual não houve notícias de Messi”.

Apesar de perder uma chance clara de gol no início do segundo tempo, uma das poucas do Barcelona, o camisa 11 mostrou disposição e personalidade, apresentando-se para receber a bola e partindo para cima da defesa adversária, embora sem muito sucesso além de um rolinho aplicado em Tiago durante a primeira etapa. O lance resultou em uma finalização para fora do atacante argentino.

Mais pessimista, o jornal catalão Sport montou um gráfico da participação das duas estrelas do setor ofensivo do clube azul-grená, no qual as maiores diferenças estatísticas estão nas faltas cometidas por Neymar, duas, contra zero de Messi, e nos chutes a gol do argentino, quatro, contra um do brasileiro.

Já o Mundo Deportivo, o outro grande periódico catalão, intitulou um artigo da seguinte forma: “Neymar e Pinto, os únicos que se salvaram”. Ao longo do texto, a publicação aponta para o fato de Neymar ser o único atleta do Barcelona que balançou as redes de Courtois nesta temporada. O brasileiro fez dois gols contra o Atlético de Madrid, um na primeira partida da Supercopa da Espanha e o outro no jogo de ida da Liga dos Campeões. Ambos os jogos terminaram empatados por 1 a 1. Nos outros três confrontos entre as equipes, um pelo Campeonato Espanhol e os duelos de volta da Supercopa e Liga dos Campeões, o time da Catalunha não fez gols.

O Mundo Deportivo também afirmou que pelo menos Neymar tentou produzir jogadas no Vicente Calderón, enquanto os demais atacantes e meias do Barça sequer criaram lances de perigo. O jornal também exaltou o drible dado em Tiago no primeiro tempo, provavelmente a melhor lembrança de uma tarde para os torcedores do Barcelona esquecerem.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade