Jornal espanhol detona o Brasil e diz que estádio da Copa está entre favelas

A publicação também recorda o alto índice de pobreza e insegurança que assola o Brasil

Duas semanas após a presidente da República, Dilma Rousseff, ter inaugurado oficialmente o Beira-Rio, o jornal espanhol ‘Sport’ publicou nesta sexta-feira um artigo criticando o atraso nas obras dos estádios Internacional, que irá receber cinco jogos da Copa do Mundo.

O texto afirma que “o Brasil não é só alegria e Carnaval”. “Hoje, o Brasil mostra a sua cara desenhado entre ruas escuras e maltratadas, rodeado em uma combinação de edifícios de luxo e vilas repletas de favelas”, diz parte do artigo.

A moderníssima Arena do Grêmio não passou batida. O diário catalão afirma que a nova casa do Tricolor Gaúcho também foi erguida entre cortiços e ruínas.

THRTHRT

Artigo publicado pelo jornal ‘Sport’ faz duras críticas ao Beira-Rio

A publicação também recorda o alto índice de pobreza e insegurança que assola o Brasil. Os problemas de logística, infraestrutura e as estruturas temporárias do Beira-Rio também foram lembrados.

A reforma do Beira-Rio, que deveria ter sido finalizada há um ano, durou cerca de 24 meses e custou R$ 330 milhões, sendo R$ 275 milhões de financiamento federal. O estádio colorado será palco de cinco partidas do Mundial de 2014: França x Honduras (no dia 15 de junho), Austrália x Holanda (18/06), Coreia do Sul x Argélia (22/06), Nigéria x Argentina (25/06), além de uma oitavas de final (30/06).

 

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade