José Aldo defendeu o cinturão e conseguiu irritar o chefão do UFC

José Aldo venceu Ricardo Lamas por pontos, em decisão unânime dos juízes, e defendeu o cinturão dos pesos pena pela 6ª vez. A luta, porém, não foi a das mais empolgantes da noite. Abusando dos chutes baixos, o brasileiro fez o suficiente para vencer a luta

Para Dana White, o brasileiro Renan Barão merece estar no topo do ranking geral de lutadores do UFC. Foto:Divulgação
Para Dana White, o brasileiro Renan Barão merece estar no topo do ranking geral de lutadores do UFC. Foto:Divulgação

Os brasileiros José Aldo e Renan Barão ratificaram os méritos pelos seus cinturões no UFC 169, disputado no último sábado, mas só um agradou o chefão da franquia Dana White. Em entrevista à Espn americana, Dana comentou as vitórias de Aldo e de Barão, sobre Ricardo Lamas e Urijah Faber, respectivamente, e não poupou elogios ao atual campeão dos galos. Já José Aldo não foi tão agraciado assim.

“O Barão foi inacreditável hoje. Esta é a quinta luta dele em 10 meses e ele foi ótimo. Nunca esteve melhor. Renan Barão é o grande negócio. Faz tempo que tenho falado nele e foi incrível nesta noite”, comentou Dana.

Com uma vitória por nocaute em apenas 3min42, Barão também agradou ao repórter, que já colocou o brasileiro no topo do ranking geral do UFC. Concordando, Dana White aproveitou para provocar a outra estrela da noite, José Aldo.

Para o chefe do UFC, Barão merece ser colocado entre os melhores em todas as categorias por ser explosivo e intimidar o adversário, já José Aldo, para ele, não sabe aproveitar o potencial que tem.

“Se você olhar para José Aldo, ele me deixa maluco porque tem todo o talento no mundo, pode fazer o que quiser, mas ele se contém e não deixa acontecer. Se você ver olhar o ranking geral, você não pode colocar um cara que, na luta, você acha que pode vencer no segundo round, e isso é o que José Aldo tem feito”, criticou Dana.

José Aldo venceu Ricardo Lamas por pontos, em decisão unânime dos juízes, e defendeu o cinturão dos pesos pena pela 6ª vez. A luta, porém, não foi a das mais empolgantes da noite. Abusando dos chutes baixos, o brasileiro fez o suficiente para vencer a luta.

Após o duelo deste final de semana, o brasileiro já pediu para Dana White marcar sua próxima luta contra o campeão dos leves, Anthony Pettis. Ainda não há uma definição sobre em que peso essa luta acontecerá, mas tudo indica que será entre os leves, com José Aldo subindo de categoria.

“Todo mundo está esperando essa luta. Eu quero, o Pettis quer, os fãs querem, então estou às ordens. Basta marcar dia, horário e local. Somos dois grandes campeões, que lutam para frente, buscando o nocaute. Então será um grande espetáculo para todo mundo”, declarou Aldo.

Finte:Bol

Compartilhar:
    Publicidade