Jota Quest promete atrair muitos de fãs durante show em Pirangi

Mineiros tocarão hits e temas do novo disco na Arena Ecomax

Na hora em que os mineiros do Jota Quest surgirem no palco da Arena Ecomax, na noite de amanhã (25), milhares de natalenses estarão entristecidos. Longe de ser pelo show de uma das bandas de pop rock de maior sucesso do país, o lamento aparecerá como resultado do que leram no cartaz do evento: A última festa do verão. Para muitos jovens veranistas, o fim de um amor, do sol e da liberdade integral, e começo dos preparativos para o reinício das aulas – o que já aconteceu para muita gente. A partir das 19 horas, com o aquecimento feito pelo Uskaravelho e o pagode do Pura Tentação, vale tudo.

E os mineiros prometem contribuir com uma mescla de temas inéditos do álbum recém-lançado “Funky Funky Boom Boom” e os hits que animam brasileiros de todas as idades. A turnê oficial de divulgação do disco começará em abril próximo, mas amanhã eles mostrarão parte do que prepararam no último ano – ainda que a imensa maioria dos presentes queira ver e ouvir Rogério Flausino e Cia entoarem verdadeiros hinos juvenis, como Encontrar Alguém, De Volta ao Planeta, Só Hoje e a versão para Tempos Modernos, de Lulu Santos. A mistura de funk, disco e rock agrada pessoas distintas, sobretudo pelo caráter festivo imposto em ritmos e melodias.

Marcela Arthes é uma estudante de administração que tem no Jota Quest uma das trilhas de sua vida. Em seus 22 anos, acredita ter visto seis ou sete shows que eles fizeram em Natal. “Fui em vários. E acho cada vez melhor. Eu tinha 14 anos quando minha mãe me levou ao Imirá. Aquilo marcou minha vida para sempre, porque era a primeira vez que ia a um show à noite. Mas tenho que confessar que amanhã eu vou mais por umas amigas de fora que estão aqui em Natal. Meu namorado viajou e não queria que eu fosse”. O jovem empresário está em Recife com a família, enquanto Marcela enfrentará o engarrafamento de Pirangi para cantar sua música predileta.

“Eu adoro tudo deles, mas ‘Fácil’ tem algo especial para mim”, diz Marcelo sobre o tema do disco de maior sucesso com o público e elogios da crítica, De Volta ao Planeta, de 1998. Com duração aproximada de duas horas e cenário retrô-futurista, Rogério Flausino (Voz), Márcio Buzelin (Teclados), Paulinho Fonseca (Bateria), PJ (Baixo) e Marco Túlio (guitarra), tem fãs de sobra para encher qualquer casa. Talvez por isso a constante frequência na Cidade do Sol, onde, inclusive, já tocaram em trio elétrico, no extinto bloco Jerimum. Uma experiência curiosa que Pedro Paulo do Nascimento viveu no auge da adolescência. Hoje um representante comercial, casado, pai de duas filhas, ele relembra do dia inusitado.

“Aquilo foi muito massa. Funcionou mesmo. Acho que eles estavam no auge, com As Dores do Mundo, Oxigênio, muita música que fez a galera curtir, mesmo sendo num trio elétrico. Pena que a ideia não vingou, que o Carnatal não tenha mais trazido bandas de rock pra cima do trio. E o som do Jota Quest é perfeito para uma festa. Eu lembro que no começo do bloco tinha gente falando que aquilo não ia prestar,que não tinha nada a ver. Foi eles começarem que estava todo mundo dançando e cantando”, diz um sorridente Pedro Paulo, veterano de outros shows dos mineiros.

RTHWH

Zé Lezin e Cinderela
É hoje que a dupla se apresentará no Teatro Riachuelo.  O espetáculo “Em briga de marido e mulé, ninguém mete…” começa às 19 horas, e traz um casal eternamente entre tapas e beijos, com o marido que só pensa na posição mais cômoda para tirar um cochilo e uma mulher mandona, que fala alto e só diz besteiras. Os ingressos custam R$90,00 (inteira) R$45,00 (meia) e estão à venda na bilheteria da casa.

Circuito Verão
Depois de passar por Caicó, na Ilha de Sant’Ana, Redinha (Extremoz) e Tibau (Mossoró), o Circuito Verão encerra a edição 2014 nas areias da praia de Pirangi (Parnamirim). O projeto do Sistema Fecomércio, realizado através do Sesc, acontece no sábado (25) e domingo (26), a partir das 9h com os torneios esportivos de futevôlei (sábado) e vôlei de areia (domingo), atividades recreativas com gincanas, brinquedos infláveis, distribuição gratuita de picolés e pipocas.

Cosern, arte e Fiart
A partir dessa sexta-feira (24) os produtos confeccionados pelas reeducandas do Projeto Transforme-se da Cosern serão comercializados na 19ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), no Centro de Convenções. Esse ano a exposição especial apresenta a Coleção Poemas. No estande estarão expostas bolsas, carteiras, brincos e outras peças de bijuterias, além de roupas, item novo na linha de produção do projeto. Está programado um desfile para apresentar as peças, no sábado (01), às 18h.

Rock no Taverna
Hoje, no pequeno castelo onde funciona a casa noturna mais bacana da cidade, tem Giancarlo e Os Grogs Rock Group, com seu repertório de clássicos dos anos 1950, 1960 e 1970. A noitada agora é chamada de Sexta Rock And Roll e começa às 22 horas. O Taverna Pub fica na rua Dr. Manoel A. B. de Araujo, 500, no Alto de Ponta Negra (conhecida como rua do Salsa).

Buraco da Catita
A prévia carnavalesca do beco cultural acontece hoje, com o grupo Ribeira de Pau & Corda, um time de feras que inclui Neemias Lopes (sax), Fernando Botelho (violão), Paulo Sarkis (baixo), Raphael Bender (bateria), Ronaldo Freire (flauta), Enéas Albuquerque (clarinete), Marcelo Tinoco (bandolim), Carlos Piru (percussão), Joanilson Guanabara (percussão), Dani Lucas, Iedna Peregrino e Ingrid Peregrino (vozes). Em pauta, marchinhas de Lamartine Babo, Braguinha, Noel Rosa, Chiquinha Gonzaga, Zé Keti, Capiba, Maestro Duda e de outros compositores. A farra começa às 22 horas.

Herdeiro do Diabo
Hoje é também a estreia do filme O Herdeiro do Diabo, aquele do bebê feioso que assustou a galera nas ruas de Nova York e meio mundo que o transformou num grande sucesso na net. Na UOL tem vídeo com detalhes do funcionamento do boneco ultrarrealista, com expressão demoníaca. Quem ainda não viu o besteirol, digite Devil Baby no Youtube e chame as crianças para assistir junto, no dia em que elas estiverem teimosas.

Livro
Saiu um livro bacana pela Editora Sonora. “1973 – O Ano que Reinventou a MPB” (organização de Célio Albuquerque), reúne 48 ensaios sobre discos que promoveram uma reviravolta na música brasileira. Com a Bossa Nova, a tropicália e a Jovem Guarda sem os alicerces dos anos anteriores, surgiu um grupo de artistas que aproveitou parte dos três movimentos para criar algo novo – Fagner, João Bosco, Odair José, Raul Seixas, Tom Jobim, Caetano Veloso, Chico Buarque, Clementina de Jesus, Gal Costa, João Gilberto, Martinho da Vila, Tom Zé, Tim Maia, Secos e Molhados, Milton Nascimento, Novos Baianos (foto).

Shows na Arena
Se confirmarem os shows de inauguração da área de convivência da Arena das Dunas, será mais um gol perdido pela administração – depois da quarta-feira passada sem jogo ou graça alguma. Jota Quest, Garota Safada e Nando Reis compõe o Manjados Futebol Clube. Tocam em Natal a cada temporada e nas cidades vizinhas, como João Pessoa, de graça na praia, bancado pela prefeitura. Dizem que será no dia 04 de abril. Pelo andar da carruagem, o próximo será Capital Inicial, Aviões do Forró e Zeca Baleiro.

Compartilhar: