Jovem de 24 anos foi morto em Mossoró com disparo de escopeta 12 nas costas

O crime aconteceu por volta de 18 horas deste domingo, na rua João F da Silva, por trás da Escola Municipal Heloísa Leão, no bairro Bom Jesus em Mossoró .

Foto: O Câmera
Foto: O Câmera

Gilmar de Souza Barros, 24 anos de idade, foi alvejado com uma descarga de escopeta calibre 12, nas costas e caiu morto cerca de 200 metros de onde morava na Rua Chico de Bela. O pai da vitima não sabe informar se o filho foi morto no local, onde seu corpo foi encontrado.

Depois da realização dos exames Perinecroscópicos, o perito criminal Otavio Domingos, acredita que Gilmar tenha sido alvejado em outro local e ainda tenha corrido, antes de cair morto.

O pai de Gilmar informou que o acusado era amigo de seu filho e a motivação para o crime pode ter sido uma discussão na manhã de hoje. Ele não disse qual o motivo da discussão entre o acusado e seu filho. Durante o dia a policia militar foi acionada varias vezes para atender a ocorrência, mas quando chegava ao local era informada que já havia sido resolvido.

Ainda segundo o pai da vitima, depois que mataram seu filho, os acusados ainda metralharam as paredes da frente de sua residência. O pai de um dos possíveis acusados prestou queixa na policia que depois da morte de Gilmar, seus irmãos metralharam a frente de sua casa. A família pediu e recebeu apoio da policia militar para se retirar do conjunto.

Segundo informações Gilmar de Souza Barros não tinha registro de passagens por delegacias, mas era acusado de envolvimento com droga.

Policiais da Viatura de Radio Patrulha da área fizeram o isolamento do local para os procedimentos da equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Policia Itep. O corpo de Gilmar foi removido e será necropsiado na sede da unidade do órgão em Mossoró.

Fonte:O Câmera

Compartilhar: