Judoca potiguar Maria Dayane é a esperança de ouro no Sub-21

O técnico da delegação, o sansei Elton Nunes disse que a seleção potiguar está pronta para lutar por medalhas.

Maria

Os atletas de judô do Rio Grande do Norte pretendem fazer bonito na fase final do Campeonato Brasileiro Sub-21, que acontece neste final de semana, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Entre os sete atletas que compõem a delegação potiguar, Maria Dayane é a judoca com mais chances de lutar por medalha de ouro. Com experiência internacional e medalhista por duas vezes no Brasileiro, Dayane acredita que chegou a hora de conquistar o primeiro lugar.

“Já fui segundo lugar em 2012 e ano passado conquistei o terceiro lugar e agora, acredito que chegou o momento de trazer a medalha de ouro para o Rio Grande do Norte”, disse a atleta da categoria ligeiro, até 48kg, e que pertence ao clube Nagashima. Mas Dayane também contará com a experiência internacional, já que em 2010 sagrou-se vice-campeã sul-americana na Argentina. “Tenho uma boa bagagem de competições e espero não só lutar pelo ouro, como também fazer uma boa, pois o mais importante é lutar bem e vencer”.

O técnico da delegação, o sansei Elton Nunes disse que a seleção potiguar está pronta para lutar por medalhas. “Temos atletas de qualidade, com um nível técnico muito bom, todos com condições de brigar por medalhas, com destaque para Maria Dayane que há dois anos vem subindo no pódio e tem grandes chances de trazer o ouro”, disse Elton. Além da Dayane, os atletas selecionados são: Francisco Guilherme, Lucas França, Pedro Saler, Marcos Carujo, Antônio Barbosa e Clara Luana.

O presidente da FJERN, Tibério Maribondo, disse que a competição em Campo Grande será muito difícil, mas que os judocas potiguares estão muito bem preparados e focados. “Fizemos uma seletiva de alto nível técnico e treinamentos muito fortes e nossos judocas estão em condições de brigar por medalhas”, falou.

Compartilhar:
    Publicidade