Juíza vê pai matar mãe e atirar contra própria cabeça em condomínio de luxo

Crime ocorreu dentro da casa da família após discussão por causa de cardápio

Crime ocorreu dentro de condomínio de luxo. Foto: Divulgação
Crime ocorreu dentro de condomínio de luxo. Foto: Divulgação

Uma juíza de 42 anos presenciou uma tragédia familiar em Rio Acima, na região metropolitana de Belo Horizonte, no começo da noite dessa segunda-feira (9).

A magistrada viu o pai  matar a sua mãe e, em seguida, ainda atirar contra a própria cabeça. O crime seguido de suicídio ocorreu na casa da família, que é localizada dentro de um condomínio de luxo da cidade.

A testemunha contou para a Polícia Militar que Valdir Gonzaga Martins Pena, de 73 anos, atirou na cabeça da esposa, Neide Rocha Pena, de 68, durante uma discussão por discordar de cardápio. Imediatamente, um médico, que mora ao lado da família, foi chmamado pela juíza e constatou a morte da mulher. Mas, ao saber do óbito, Valdir, que seria militar reformado do Exército, tirou a própria vida com outra arma. Desesperada, a magistrada acionou a polícia.

O caso será investigado pela Polícia Civil e, depois do trabalho da perícia, os cadáveres do casal foram encaminhados ao IML (Instituto Médico-Legal) da região. As duas armas foram apreendidas.

Fonte: R7

Compartilhar: