Júri inocenta pai por matar bêbado que atropelou seus filhos

O advogado de defesa sustentou que não havia provas suficientes para condenar o réu

Barajas aparece em foto ao lado de sua esposa e filhos. Seus dois filhos homens morreram no acidente. Foto: Divulgação
Barajas aparece em foto ao lado de sua esposa e filhos. Seus dois filhos homens morreram no acidente. Foto: Divulgação

O Tribunal de júri do Texas, nos Estados Unidos, inocentou, na quarta-feira, David Barajas, 32 anos, que era acusado de assassinar a tiros o motorista bêbado responsável por atropelar e matar seus dois filhos. As informações são da Time.

Segundo o promotor de acusação, Barajas estava empurrando o seu caminhão quebrado até o acostamento de uma estrada, ao lado dos seus filhos de 11 e 12 anos, quando foi surpreendido por um carro desgovernado dirigido por Jose Banda. O automóvel atingiu as duas crianças, que morreram no local. Banda estava bêbado. O pai das crianças teria então ido para casa, pegado uma arma, voltado e matado Banda a tiros.

Porém, a versão apresentava falhas. Não havia nenhuma testemunha dos tiros, a arma do crime nunca foi encontrada e o teste residual de pólvora em Barajas deu negativo. Apenas munição e o coldre correspondentes ao tipo de arma usados no assassinato foram encontrados em sua casa.

O advogado de defesa sustentou que não havia provas suficientes para condenar o réu. Barajas pode ter tido também a simpatia dos jurados, já que ele recebeu amplo apoio da comunidade de sua cidade, Alvin, e de municípios vizinhos. Barajas e sua mulher choraram ao ouvir o veredicto.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade