Kaká volta ao som de “no São Paulo só joga quem tem dente”

Kaká está de volta ao São Paulo. O meia foi apresentado pelo clube paulista na manhã deste domingo, no Estádio…

Meia foi apresentado com festa neste domingo, no Morumbi. Foto: Divulgação
Meia foi apresentado com festa neste domingo, no Morumbi. Foto: Divulgação

Kaká está de volta ao São Paulo. O meia foi apresentado pelo clube paulista na manhã deste domingo, no Estádio do Morumbi, com boa presença de torcida, e recebeu a camisa 8, que vestiu em sua primeira passagem. No palco montado atrás do gol dos vestiários, o jogador foi acompanhado por Rogério Ceni e Luís Fabiano, além de músicos e um mestre de cerimônias.

Antes que Kaká subisse para ser apresentado, os torcedores são-paulinos que ficaram distribuídos entre as arquibancadas e uma pista, iniciaram grito de “no São Paulo só joga quem tem dente”, uma referência a comentário feito pelo presidente do clube, Carlos Miguel Aidar, que falou que o meia possui o perfil tricolor por ser “bonito e ter todos os dentes”.

A seguir, o próprio mandatário chamou Kaká ao palco, que subiu com muita animação da torcida. “Bom dia torcida tricolor, bom dia a todos. É um momento emocionante 11 anos depois voltar ao clube que me formou, onde cresci e joguei desde os 11 anos. Ver todos vocês aqui, meus familiares, meus amigos. É um dia muito especial para mim”, afirmou o meia.

“O São Paulo que me revelou para o futebol mundial, pude conquistar o que conquistei, ver essa torcida maravilhosa. Muito obrigado. É um dia especial na minha carreira e memorável”, disse Kaká, que fica no clube por empréstimo somente até o fim do ano. A partir de 2015, o camisa 8 será jogador do Orlando City, nos Estados Unidos.

Além do melhor jogador do mundo de 2007, Luís Fabiano e Rogério Ceni também falaram com os torcedores. O camisa 9 lembrou da parceria que fez com Kaká tanto no São Paulo quanto na Seleção Brasileira. “Estou muito feliz de poder outra vez jogar com ele, refazer essa parceria de sucesso. E o homem veio”, comemorou o centroavante.

Já Rogério Ceni lembrou que este será seu último ano como profissional e desejou ver uma festa similar em sua despedida. “Espero vê-los novamente daqui a seis meses quando for minha vez de dar tchau”, falou o goleiro.

“O Kaká traz um acréscimo muito grande de integridade, de atleta, de profissional. Não é sempre que temos a chance de trazer um jogador que foi escolhido como melhor do mundo. Ele nasceu nas categorias de base, é um grande amigo. É um prazer para o torcedor ver um jogador que nasceu nas categorias de base do São Paulo voltar”, declarou o camisa 1.

Não foram só os nomes de Kaká, Luís Fabiano e Ceni que foram gritados pela torcida. Ao subir no palco, Aidar ouviu os torcedores cantarem “Lugano”, como um pedido pela contratação do zagueiro uruguaio que atuou no Morumbi entre 2003 e 2006, mas que teve seu retorno descartado. O presidente são-paulino não demonstrou nenhuma reação ao grito.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade