Kelly Slater, lenda do surfe, diz que seria uma honra ser devorado por tubarões

Kelly Slater deu a declaração em tom de defesa dos animais

"Eu me sentiria honrado se fosse devorado por um tubarão", Kelly Slater. Foto: Divulgação
“Eu me sentiria honrado se fosse devorado por um tubarão”, Kelly Slater. Foto: Divulgação

Existe um certo animal que reside no local de trabalho – e de lazer – de muitos surfistas e, a maioria deles, se não todos, morre de medo. Nada mais natural do que temer um tubarão, certo? Porém, o onze vezes campeão do mundo Kelly Slater não só não se intimida pelo animal como disse, recentemente, que se sentiria honrado se fosse devorado por um deles.

A lenda viva do surfe fez a declaração ao jornal australiano “Perth Now”, em tom de defesa dos animais. O governo australiano possui uma política de liberar a caça aos tubarões após alguns ataques serem registrados. Slater se posicionou contra a atitude do governo.

“Acho esse tipo de atitude idiota. Os seres humanos querem controlar tudo. Nós tentamos controlar a erosão (das praias), nós tentamos controlar os tubarões. Nós tentamos controlar tudo neste planeta e isso é algo muito louco. Nós matamos 100 milhões de tubarões por ano apenas para fazer sopa de barbatana de tubarão, e depois de cortar as barbatanas jogam os peixes (de volta ao mar) para morrer. Eu me sentiria honrado se fosse devorado por um tubarão”.

As declarações do ícone mundial do surfe receberam o apoio de muitas ONGS de proteção aos animais, tais como Sea Shepherd, Animal Amnesty e Green Peace.

A segunda etapa do circuito mundial tem início na semana do dia primeiro de abril e acontece em Margaret River, no Oeste da Austrália. A região é repleta de tubarões. E Slater já deu o seu recado:

“Deixem eles em paz”.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade