Kobayashi culpa freios por batida em Felipe Massa na Austrália

Assim como fez em sua conta no Twitter, o piloto da equipe anglo-malaia se desculpou com Felipe Massa pelo acidente

Japonês atingiu traseira da Williams de Felipe Massa e tirou ambos de prova. Foto:Divulgação
Japonês atingiu traseira da Williams de Felipe Massa e tirou ambos de prova. Foto:Divulgação

O japonês Kamui Kobabayashi apontou um problema de freios como o responsável pelo acidente que teve com Felipe Massa logo na primeira curva do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, neste domingo, em Melbourne.

O piloto da Caterham largava da 15ª posição, enquanto o brasileiro da Williams saía da nona. Ao tentar ganhar posições, Kobayashi atingiu a traseira de Massa, tirando ambos da prova. Os dois pilotos estreavam em suas respectivas escuderias.

“Pelo que vimos nos dados iniciais, tive um problema de freio, o que quer dizer que não havia muito o que fazer para evitar o contato. Quando trouxemos o carro de volta, o problema ficou claro. Depois da corrida, falei com os comissários, que puderam verificar os dados e confirmar o caso. Iremos analisar detalhadamente o que causou este problema para nos assegurarmos de que foi consertado”, afirmou o japonês. A FIA aceitou a explicação e descartou punições.

Assim como fez em sua conta no Twitter, o piloto da equipe anglo-malaia se desculpou com Felipe Massa pelo acidente. “Não é o que eu queria para minha corrida de retorno. Sinto muito pela equipe e por Felipe, já que a corrida de ambos terminou mais cedo. Tive uma boa largada, mas fiz contato com Felipe na Curva 1”, declarou.

Mesmo com o acidente prematuro que tirou da Caterham a chance de, enfim, somar seus primeiros pontos, Kamui Kobayashi fez uma avaliação positiva da participação da equipe na etapa australiana da F1. O japonês foi um dos destaques das equipes menores, conquistando uma vaga no Q2 durante o treino de classificação.

“Foi um bom fim de semana para nós, mas ainda temos mais dados para nos ajudar a continuar melhorando. O que tivemos de mais positivo foi que pudemos ser competitivos, mesmo tendo problemas na sexta-feira. Para a corrida da Malásia, uma das provas em que nosso time corre em casa, continuaremos correndo atrás de resultados, como faremos em todos os finais de semana”, analisou.

Fonte:Terra

Compartilhar: