Laudo pericial aponta que turista americana não foi estuprada

O casal estava hospedado em um camping em Várzea Grande, cidade vizinha a Cuiabá, mas resolveu dormir na casa de uma pessoa que conheceram durante as comemorações, após o jogo

Embaixada Americana será comunicada do resultado do laudo. Foto: Divulgação
Embaixada Americana será comunicada do resultado do laudo. Foto: Divulgação

O laudo pericial apontou que não houve conjunção carnal no caso da norte-americana de 24 anos que registrou denúncia de estupro na Delegacia do Turista, em Cuiabá, durante a madrugada do último sábado, horas após o jogo entre Chile e Austrália, pela primeira rodada da Copa do Mundo de 2014. A turista veio à cidade para acompanhar as disputas do Mundial. Depois do crime, está sob cuidados do Consulado dos Estados Unidos.

“Não há vestígios de conjunção carnal consumado”, afirma o laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), do exame de corpo de delito realizado no Instituto de Medicinal Legal (IML), às 04h50, depois que ela chegou à delegacia com o namorado e representantes do Consulado. Em seguida, foi encaminhada ao Hospital Universitário Júlio Muller para ser medicada.

Conforme nota da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso, o caso segue sendo investigado pela Polícia Judiciária Civil, e a Embaixada Americana será comunicada do resultado do laudo.

Na madrugada do último sábado, a americana, que foi a Arena Panatanal para acompanhar a partida entre Chile e Austrália, procurou a Delegacia do Turista, acompanhada de representantes da embaixada americana, para denunciar o estupro ocorrido.

Ela contou em depoimento que estava dormindo, ao lado do namorado, quando acordou e se deparou com um homem já praticando o ato, em cima dela. O namorado da moça disse que não viu nada e que despertou com o grito da companheira. A vítima admitiu que ingeriu bebida alcoólica, talvez daí a dificuldade de perceber o que estava ocorrendo, enquanto dormia.

O casal estava hospedado em um camping em Várzea Grande, cidade vizinha a Cuiabá, mas resolveu dormir na casa de uma pessoa que conheceram durante as comemorações, após o jogo.

Compartilhar: