Lavrador esfaqueou ex 20 vezes e ia invadir hospital para cortar olho da garota

Suspeito disse à polícia que não se lembra do crime em Alterosa, no sul de Minas

Vítima perdeu 98% da visão do olho direito. Foto: Divulgação
Vítima perdeu 98% da visão do olho direito. Foto: Divulgação

A Polícia Civil apresentou nesta terça-feira (6) o lavrador que esfaqueou 20 vezes a ex-namorada em Alterosa, no sul de Minas. A jovem perdeu 98% da visão do olho direito e continuou sofrendo ameaças de morte enquanto esteve internada.

Felipe de Oliveira Paiva Lima, 22 anos, foi preso ao apresentar nome falso em uma blitz na MG-233, em Araguari, no Triângulo Mineiro, no dia 2 de maio. Orientado pela defesa, o suspeito disse que não se lembrava do que aconteceu no momento do crime, segundo o delegado Ismael Jeronimo Soares.

“Ele confessou o delito, mas disse que não se lembra quantas facadas foram nem o que aconteceu direito porque não estava em plenas condições. Admitiu que tomou cerveja, mas também não confirmou se estaria embriagado. O Felipe estava acompanhado pelo advogado, claramente foi uma orientação pensando no decorrer do processo. Ele tem plena consciência do que faz, não parece ter qualquer distúrbio psicológico”.

Karina Gonçalves Almeida, 22 anos, foi cercada na rua e teve perfurados os braços, costas e rosto. O agressor conseguiu perfurar o olho direito da garota, que fingiu ter morrido para escapar das agressões, e fugiu rindo. Segundo o policial, as ameaças de cortar os olhos da garota ocorreram antes do crime e permaneceram enquanto ela esteve internada.

“Ao descobrir que ela não tinha morrido porque se fingiu de morta, o Felipe ligou para a mãe dela e outros parentes dizendo que ia invadir o hospital e furar o outro olho. Antes do crime, uma ameaça constante era atacar os olhos dela. Ele alega que está arrependido, mas enquanto esteve foragido, continuou a ameaçar. As atitudes não são de alguém arrependido”.

De acordo com a Polícia Civil, a faca usada foi comprada para cometer o crime. Uma tia do suspeito, que contou onde Karina estava no dia do crime, também será investigada por ter colaborado para a tentativa de homicídio.

Suspeito cumpre prisão preventiva. Foto: Divulgação
Suspeito cumpre prisão preventiva. Foto: Divulgação

 

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade