Leilão contempla o RN com novas linhas de transmissão de energia‏

Com investimentos da ordem de R$ 14 bilhões no setor eólico, o Rio Grande do Norte é hoje o estado com maior quantidade de parques e energia comercializada nos leilões já realizados, tendo assegurado uma capacidade instalada de 3,2 GW

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Leilão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), na manhã desta sexta-feira (09), na Bolsa de Valores de São Paulo, contemplou o Rio Grande do Norte com quatro novas linhas de transmissão para garantir o escoamento de toda a energia produzida no estado.

A empresa espanhola Cymi Holding foi a vencedora do Lote E ao oferecer um deságio de 23,24%, frente ao lance máximo permitido, garantindo uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 48,8 milhões durante 30 anos pelo valor que investirá na construção.

As linhas iniciadas em Quixadá (CE) seguem até João Câmara passando por Assú e Ceará-Mirim com extensão total de 492 km em quatro lotes, sendo três em 500KV e um de 230 KV.

A implantação do novo formato de leilão de linhas de transmissão foi uma adequação sugerida pelo Governo do Rio Grande do Norte, via Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SEDEC), para que os leilões de transmissão acontecessem antes dos leilões de geração. De acordo com o titular da SEDEC, Silvio Torquato, “o leilão de novas linhas de transmissão realizado hoje pela ANEEL garantirá um sistema de transmissão estruturado para dar suporte aos próximos leilões de geração com a perspectiva de crescimento constante do Rio Grande do Norte no setor eólico brasileiro”.

Prazos

O cronograma do edital prevê para o dia 17 de junho a homologação da empresa vencedora e em até 45 dias a partir desta data a assinatura do contrato de concessão. O prazo previsto para funcionamento das linhas é de 36 meses a partir da assinatura do contrato.

Com investimentos da ordem de R$ 14 bilhões no setor eólico, o Rio Grande do Norte é hoje o estado com maior quantidade de parques e energia comercializada nos leilões já realizados, tendo assegurado uma capacidade instalada de 3,2 GW.

 

Compartilhar: