Leonardo Rêgo: “Não tem qualquer suporte na realidade dos fatos”

Ex-prefeito de Pau dos Ferros esclarece citação de seu nome em ação do MP

65u56u56u54u56u5

O ex-prefeito de Pau dos Ferros e pré-candidato a deputado, Leonardo Rêgo (DEM), se pronunciou hoje, por meio de sua assessoria, sobre a instauração do inquérito civil pelo Ministério Público do RN para apurar a possibilidade de improbidade administrativa praticada por ele ao final da gestão municipal, em 2012. Segundo o ex-prefeito, a denúncia não se sustenta em fatos e foi feita por interesses políticos de opositores de Pau dos Ferros.

“O referido Inquérito teria sido motivado por denúncia elaborada por quatro vereadores do Município de Pau dos Ferros, de histórica e ferrenha oposição política ao Leonardo Rêgo, o que, por si só, já demandaria cautela quanto às suas motivações e verossimilhança das acusações”, afirmou Leonardo Rêgo, acrescentando que “os textos da divulgação, em todas as notas, é praticamente idêntico, sendo razoável concluir que as mesmas – veiculadas quase que simultaneamente à publicação no Diário Oficial – têm a mesma origem”.

No caso d’O Jornal de Hoje, por exemplo, a origem foi o Diário Oficial do Estado, uma vez que na portaria que abriu o inquérito, o texto já afirmava que objetivo era “apurar possível prática de improbidade administrativa por parte do Sr. Leonardo Nunes Rego, consubstanciada no descumprimento de obrigações fiscais, contraindo despesas no final de seu mandato em desconformidade com o art. 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal”.

Segundo a assessoria de Leonardo Rêgo, entratanto, “a investigação poderia ser encerrada com uma simples pesquisa junto ao Tribunal de Contas do Estado, o qual, no dia 30 de abril de 2014, tornou pública aprovação das contas apresentadas pelo Leonardo Rêgo, relativas ao exercício de 2012, último ano de seu mandato. A decisão do TCE, pela aprovação das contas, conforme registra o Diário Oficial do Estado, foi antecedida de informações do Corpo Técnico e de parecer favorável do Ministério Público que atua junto àquela corte de fiscalização”.

“O Município de Pau dos Ferros não contraiu, no exercício, Dívidas, assim como o Dispêndio Anual encontra-se dentro do valor permitido pela legislação. No que concerne à situação do Município de Pau dos Ferros, ressalte-se que o resultado financeiro de 2012 evidencia um superávit, visto que o Ativo Financeiro apresenta-se superior ao Passivo Financeiro, demonstrando margem de recursos para honrar os compromissos assumidos a curto prazo”, acrescentou o ex-prefeito.

“Ressalte-se, por fim, que a transparência e a retidão de conduta que marcaram a gestão do Leonardo Rêgo frente ao Poder Executivo de Pau dos Ferros, responsáveis pela aprovação da totalidade das prestações de contas junto ao TCE e à Câmara dos Vereadores, garantem a serenidade para aguardar a finalização do inquérito instaurado, o qual, seguramente, vai atestar, mais uma vez, o integral cumprimento das obrigações legais no exercício orçamentário de 2012″, concluiu a assessoria do ex-prefeito.

 

Compartilhar:
    Publicidade