Lesão e dieta pesam para o atacante Walter na equipe do Fluminense

Além do sobrepeso, Walter ainda terá que lidar com uma entorse no tornozelo esquerda da qual não está plenamente recuperado

Técnico Renato Gaúcho em forma o quanto antes. Foto:Divulgação
Técnico Renato Gaúcho em forma o quanto antes. Foto:Divulgação

Após acompanhar a novela que envolveu a contratação de Walter, o torcedor do Fluminense ainda terá que esperar um pouco mais para ver o atacante em campo. O jogador se apresentou com o já habitual sobrepeso e terá de perder alguns quilos antes de sua estreia, além de se recuperar de uma entorse no tornozelo esquerdo sofrida no fim do ano passado.

Por isso, Walter fará uma pré-temporada três vezes maior que seus companheiros. Enquanto o restante do elenco trabalhou oito dias antes de ser derrotado pelo Madureira por 3 a 2 no último sábado, pelo Campeonato Carioca, o atacante precisará de cerca de trinta dias para estar em condições adequadas, segundo previsão do técnico Renato Gaúcho.

Mesmo com o técnico amenizando o fato do jogador atuar acima do peso, Walter terá que perder alguns quilos antes de entrar em campo para uma partida oficial. O Tricolor já promove conversas entre o atacante e a nutricionista do clube, Renata Faro, que controlará a dieta do atleta neste período. O número que a balança teria de mostrar ao fim deste processo, no entanto, ainda é guardado a sete chaves pela comissão técnica e o próprio centroavante.

“Do problema de peso já sabíamos, mas eu conversei bastante com o Waltinho. Ele está afim, alegre, está querendo. Vai sofrer um pouco porque não fez pré-temporada, então a preparação toda é só pra ele. Os preparadores tem conversado bastante com ele. Vamos fazer uma preparação, a própria Renata [Faro], nossa nutricionista, está falando com ele. É mais um jogador que vai nos ajudar”, contou Renato.

Além do sobrepeso, Walter ainda terá que lidar com uma entorse no tornozelo esquerda da qual não está plenamente recuperado. O jogador faz reforço muscular para evitar novas lesões, embora o caso ainda inspire o acompanhamento do departamento médico.

Também por causa da lesão, o atacante trabalhou apenas na academia nos três primeiros dias de treinos no Fluminense. Walter foi a campo pela primeira vez na última segunda-feira, quando correu no gramado acompanhado do preparador físico Flávio Vignoli. Segundo o médico do clube, Victor Favilla, o problema no tornozelo não atrapalha as atividades apesar das precauções.

“No caso do Walter, há uma torção e ainda não está totalmente curada. Assim que ele se apresentou, começamos os trabalhos físicos sem dar carga nesta articulação. Fizemos um reforço de musculatura no local. E agora foi ao campo. Ele não tem restrição. Ele está liberado. Se teve a torção, é normal que tenha inchaço ou um pouco de dor ao fazer algum trabalho físico. Mas o Walter está totalmente liberado”, explicou o médico tricolor.

Caso cumpra o prazo estipulado por Renato Gaúcho, Walter estreará na segunda quinzena de fevereiro, quando o Campeonato Carioca já estará em sua oitava rodada, ou seja, na metade final da fase classificatória.

Fonte:UOL

Compartilhar: