Líder de torcida gay do Corinthians é espancado na saída do supermercado

Jornalista Felipeh Campos publicou nas redes sociais fotos de ferimentos na cabeça

Idealizador da primeira torcida organizada gay do Corinthians, Felipeh Campos disse nas redes sociais que foi assaltado e espancado na noite da última quarta-feira (29), zona central de São Paulo. O jornalista não disse se a agressão tem alguma motivação com o futebol.

“É impressionante! Estava eu saindo do Extra Brigadeiro quando fui surpreendido por dois caras armados com 38, e detalhe, saindo do estacionamento. Disseram assim: ‘passe o iPhone’. Oi? Os assaltantes têm escolhas pelo aparelho, como assim? Tentei lutar com eles na porta do supermercado e nada aconteceu… Conclusão, eles levaram meu aparelho. Me jogaram no chão, chutaram minha cabeça para levar meu iPhone”, relatou Felipeh, que registrou Boletim de Ocorrência e fez exame de corpo de delito.

 

Fonte: Esporte Interativo

Felipeh Campos, idealizador da primeira torcida organizada gay do Timão, após ser agredido e roubado. Foto: Divulgação
Felipeh Campos, idealizador da primeira torcida organizada gay do Timão, após ser agredido e roubado. Foto: Divulgação

TRHRTHQQFGY

Compartilhar:
    Publicidade