Luiz Almir abdica de ser deputado e Antonio Petronilo assume Assembleia Legislativa

Luiz Almir descartou hipótese de voltar para a Assembleia no lugar de Gilson

76ui4664

Alex Viana

Repórter de Política

O vereador Luiz Almir (PV) irá abdicar do mandato de deputado estadual a que tem direito devido o afastamento de Gilson Moura (PV) do cargo de parlamentar. Através do ato número 278/2014, a Assembleia Legislativa determinou o afastamento do deputado do cargo, em cumprimento a decisão da Justiça Federal do último dia 27.

Como primeiro suplente, Almir não irá assumir o mandato. “Eu estou esperando que a Assembleia me notifique, avisando que a vaga foi aberta para o primeiro suplente, que sou eu. E vou mandar responder à Assembleia, que abdico da vaga, que vou tirar o mandato de vereador. Obviamente, vão chamar o segundo suplente, que é Antonio Petrolino”, disse.

Gilson Moura foi afastado do cargo de deputado estadual há dez dias por decisão do Judiciário Federal. A decisão também determinou a indisponibilidade de bens dele e de outros seis envolvidos no esquema investigado na Operação Pecado Capital. A decisão foi tomada após o Ministério Público Federal (MPF) apresentar 11 novas ações de improbidade administrativa contra o parlamentar e outras 15 pessoas.

“Fica declarado afastamento de Francisco Gilson de Moura do mandado de deputado estadual, por assim haver decretado a Justiça Federal, Seção Judiciário do Rio Grande do Norte, nos termos das decisões proferidas nos autos”. Diante disto, o Legislativo fará, esta semana, a convocação do substituto. O ex-prefeito de Parelhas Antonio Petrolino (PMDB) é o segundo suplente. Ele teve 27.921 votos.

 

COMPROMISSO

Almir disse que deixa de assumir o mandato de deputado, inclusive podendo disputar a reeleição à Assembleia Legislativa, para cumprir um compromisso com o povo de Natal. “Deixei de ser candidato a deputado, com todas as chances de vencer, porque disse que ia tirar quatro anos de vereador e vou tirar. Se Carlos fizer uma boa administração, apoio ele. Se ele não estiver bem, o enfrentarei de novo”, afirmou o vereador, que foi candidato a prefeito de Natal em 2004, chagando a disputar o segundo turno com o hoje prefeito novamente.

Luiz Almir disse que, para não assumir o mandato de deputado, foi preciso grandeza. “É preciso ter a grandeza de recuar, mesmo tendo grandes chances de me eleger. Estou cumprindo meu compromisso, uma vez que eu disse que seria vereador por quatro anos”, afirmou.

Sobre a sucessão estadual, Almir disse que está conversando com os candidatos e sua preocupação continua sendo com a Zona Norte de Natal. “Estou conversando com todos os candidatos, com Henrique, Robinson, Wilma e Fátima, cobrando dois compromissos importantes que são saúde e segurança. Eu queria ser candidato a governador, porque iria institui o programa ‘Insegurança Zero’”, mas não foi possível.

Almir anunciou que apoiará, nessas eleições, para deputado estadual, o atual deputado Gustavo Carvalho. Já para federal, pedirá votos para a candidata Zenaide Maia (PR). Para governador o nome dele será o do PMDB, Henrique Alves. Para senadora, seu apoio será à vice-prefeita Wilma de Faria. “Minha preocupação é com os três compromissos que peço aos candidatos: Conclusão do pró-transporte, construção da terceira ponte sobre o Potengi e a conclusão da UERN”, afirmou.

Compartilhar: