Lula contesta declaração atribuída a ele em jornal italiano sobre inflação

Ao contrário do que publicou o "La Repubblica", o ex-presidente não afirmou que defesa do emprego é mais importante que o controle inflacionário

Declaração do ex-presidente Lula foi mudada pelo jornal italiano. Foto:Divulgação
Declaração do ex-presidente Lula foi mudada pelo jornal italiano. Foto:Divulgação

Por meio de nota, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contestou nesta segunda-feira (10) declaração atribuída a ele e publicada em forma de entrevista na edição de domingo (9) no jornal italiano “La Repubblica”.

A publicação creditou a Lula a seguinte afirmação: “A defesa do emprego é mais importante que a inflação”. Mas a gravação da entrevista, reproduzida no site do Instituto Lula, mostra que a afirmação foi outra. “Nossos críticos querem que tenha um pouco de desemprego para poder melhorar a inflação. Eu não quero que tenha desemprego para melhorar a inflação. Eu quero melhorar a inflação com pleno emprego”, disse o ex-presidente.

Na entrevista ao jornal italiano, Lula também falou sobre Copa do Mundo e as ameaças de novos protestos brasileiros durante a competição, seu estado de saúde, a admiração pelo Papa Francisco, os investimentos brasileiros em Cuba e a relação entre os casos do italiano Cesare Batistti, que recebeu asilo do governo brasileiro, e Henrique Pizzolato, ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, preso na Itália após condenação no mensalão.

Fonte:IG

Compartilhar:
    Publicidade