Lula diz que é ‘babaquice’ chegar de metrô dentro do estádio

"Sinto orgulho de ter conquistado para esse país o direito de fazer a Copa e as Olimpíadas", disse Lula

uy6ui67u36u356u365u

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou de “babaquice” a preocupação de dar condições de primeiro mundo a torcedores durante a Copa do Mundo, como “chegar de metrô dentro do estádio”, porque brasileiro não tem problema “em andar a pé”.

“Nós nunca tivemos problemas em andar a pé. Vai a pé, vai descalço, vai de bicicleta, vai de jumento, vai de qualquer coisa. Mas o que a gente está preocupado é que tem que ter metrô, tem que ir até dentro do estádio? Que babaquice é essa? Tem que dar garantia para essa gente assistir ao jogo, tem que ter o melhor da comida brasileira, tem que tratar bem as pessoas nos hotéis…”

Lula afirmou que o mundial será o momento de o país “mostrar sua cara”. “Esconder pobre está fora de cogitação”, declarou durante palestra a blogueiros nesta sexta-feira (16), em São Paulo.

ORGULHO
O petista disse ainda que tem “muito orgulho” de ter sido um dos responsáveis por trazer a Copa e as Olimpíadas para serem sediadas no Brasil e que não se preocupou à época com a quantidade de dinheiro que iria entrar no país.

“Sinto muito orgulho de ter conquistado para esse país o direito de fazer a Copa e as Olimpíadas. E quando pensei isso não pensei em dinheiro, pensei num evento dessa magnitude. Até sonhava que o Brasil estava tão bem que poderia conseguir as Olimpíadas de Inverno lá em Garanhuns (PE), brinquei com isso. Acho que nunca tivemos nesse país um momento de emoção como a conquista das Olimpíadas”.

Diante de diversas manifestações que acontecem no país contra a realização do mundial, Lula fez questão de destacar que “não há dinheiro público” para a construção de estádios e que aquelas obras que não ficarem prontas até junho poderão servir de legado para “depois Copa”.

BLATTER
As declarações do petista aconteceram no mesmo dia em que o presidente da Fifa, Joseph Blatter, admitiu que a população brasileira está um “pouco descontente” com a Copa do Mundo, mas disse acreditar que a situação irá mudar radicalmente assim que a competição começar, no dia 12 de junho.

Segundo o cartola, os brasileiros se decepcionaram com o mundial porque promessas de melhorias de vida relativas ao fato de o país organizar o torneio não foram cumpridas. “Tenho certeza que, quando a bola rolar, na partida de abertura em São Paulo [Brasil x Croácia], o Brasil vai se encher daquela febre de futebol.”

DILMA
A Copa do Mundo também foi tema para a presidente Dilma Rousseff durante jantar com jornalistas no Palácio da Alvorada na última quinta-feira (15). Segundo ela, os principais dirigentes da Fifa têm representado um peso.

Quando falava sobre a necessidade de ampliar a rede de metrôs nas grandes cidades brasileiras, Dilma foi questionada se tais obras eram por causa da Copa. Respondeu:
“Tirem o Blatter e o Valcke das minhas costas! Não tem nada a ver com a Copa, são obras para as cidades”.

Perguntada se Blatter e Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, eram “um peso”, Dilma declarou: “Ô, se são”.

 

Fonte: Folha da Região

Compartilhar:
    • Jose Lucio de Azevedo

      É um grande babaca falar em babaquice

    • Ivanildo Quirino Do Nascimento

      Ele não disse nenhuma pérola e sim uma bijoteria… “Quem é que quer ir a pé, de Jumento ou de biscicleta para ir assistir um jogo de futebol em uma Capital onde os estádios estão em sua maioria fora dos centros urbanos? Somente no interior do país, no sertão, na caatiga, na Mata Amazônica. Tem que ir de metrô sim! E@ assim que ele que mostrar ao mundo o Brasil moderno? Sem falar no trem bala que até hoje é um trem tartaruga…