Maconha pode diminuir fertilidade masculina, diz estudo

Acredita-se que os homens mais jovens são mais afetados pelos produtos químicos da droga porque são mais propensos a usar maiores quantidades

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A lista de malefícios da maconha ganhou mais um item: pode diminuir a fertilidade masculina. O estudo das Universidades de Sheffield e Manchester, ambas na Inglaterra, analisou os efeitos do estilo de vida sobre o esperma e desmentiu as teorias de que consumo de álcool, tabagismo, obesidade e roupa íntima apertada afetariam a possibilidade de ter filhos. Os dados são do jornal Daily Mail.

Os cientistas analisaram dados de 2.249 homens que frequentam clínicas de fertilidade no Reino Unido e comparou a história médica e hábitos pessoais de participantes com menos de 4% do esperma normal e de outros cujo esperma era de melhor qualidade. Constatou-se que os do primeiro grupo tinham quase duas vezes mais chances de ter usado maconha nos três meses antes de fornecer a amostra, se tivessem menos de 30 anos, e de terem produzido a amostra nos meses de verão.

Acredita-se que os homens mais jovens são mais afetados pelos produtos químicos da droga simplesmente porque são mais propensos a usar maiores quantidades dela.

“Não esperávamos a influência do verão”, disse um dos líderes da pesquisa, o médico Allan Pacey. “Mas pode ser um efeito da luz solar. O comprimento do dia afeta nossos hormônios e a vitamina D em todos os tipos de formas.” Outra curiosidade do estudo é que a abstenção da atividade sexual por mais de seis dias melhorou a qualidade do esperma.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade