Mãe espanca filho de 4 anos até a morte por achar que ele era homossexual

Mulher agredia seus filhos com frequência quando se sentia irritada

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma mulher foi acusada de espancar seu filho de 4 anos até a morte por uma razão inimaginável. Ela achava que a criança era homossexual, o que, para si, era motivo para cometer a agressão fatal.

Moradora do Estado de Oregon, nos EUA, Jessica Dutro, de 25 anos, batia repetidas vezes em seus filhos. Mas Zachary Dutro-Bogges não suportou as agressões e acabou vindo a óbito.

Os médicos afirmaram que a criança recebeu golpes no abdômen, feriando seu intestino. O menino foi levado às pressas a um hospital de Portland.

A mulher foi acusada de assassinato, abuso e agressão em segundo grau. Ela teria dito ao namorado, Brian Canady, de 24 anos, que o menino estava a deixando louca. Ela ainda comentou que a criança “iria ser gay” quando crescesse.

A irmã de Zachary, de 8 anos, contou em tribunal que a mãe sempre punia os filhos colocando-os com os rostos viradso para a parede e com os braços para o alto por um longo período de tempo. A menina e outro irmão da vítima, de 5 anos, foram encontrados pelas autoridades com ferimentos nas costas, peito, nádegas e quadris. A mãe está sendo julgada.

Fonte: R7

Compartilhar:
    • Robson L. Cardozo

      Mais uma morte graças ao preconceito religioso.

    Publicidade