Mãe matou filha de 8 meses porque não aceita fim de namoro com pai da criança

Bebê foi esfaqueado e apedrejado no bairro Tupi, região norte de Belo Horizonte

Crime ocorreu na casa onde mãe e filha moravam juntas. Foto: Record Minas
Crime ocorreu na casa onde mãe e filha moravam juntas. Foto: Record Minas

A mulher que matou a filha de apenas oito meses cometeu o crime porque não se conforma com o fim do namoro com o pai da criança. O bebê foi apedrejado e esfaqueado dentro de casa do bairro Tupi, na região norte de Belo Horizonte, nessa segunda-feira (17).

Depois do cruel assassinato, Lorena Gomes Dias, de 19 anos, tentou suicídio. No entanto, antes de agredir a filha, a jovem ligou para o ex-namorado e pai da criança, de 22 anos, e contou o que iria fazer. O casal estava separado há um mês e foi o jovem quem encontrou o bebê  já morto, após arrombar a porta da residência da ex com a ajuda de vizinhos.

Lorena foi socorrida por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhada ao Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Venda Nova, onde permanece internada sob escolta policial. Ela cortou a própria barriga e pescoço, mas não corre risco de morte.

Assim que receber alta, a jovem será ouvida e levada para presídio da capital mineira.

O caso chocou a família e amigos de Lorena e do pai do bebê, além de vizinhos.

 

Fonte: R7 / Record Minas

Compartilhar: