Mais de 2500 motoristas foram multados por estarem acima da velocidade permitida

Saldo da Operação Carnaval: Acidentes, mortes, muitos motoristas alcoolizados e outros portando armas de fogo

PRF operando radar nas estradas do RN. Foto:Divulgação
PRF operando radar nas estradas do RN. Foto:Divulgação

A PRF encerrou a Operação Carnaval 2014 às 24h00 de ontem (05). Durante o período (de sexta-feira, 28/02 a quarta, 05/03) as rodovias federais que cruzam o RN receberam reforço da fiscalização e policiamento.

Policiais que atuam na área administrativa da PRF se juntaram às equipes dos postos fixos de fiscalização, além das rondas, ao longo dos 1.625 km de rodovias da malha viária federal do estado. O efetivo teve um acréscimo de 100%. O trabalho preventivo e repressivo das infrações e crimes de trânsito resultou na autuação de 1741 condutores, entre os 6.330 veículos fiscalizados.

O combate à embriaguez ao volante retirou das rodovias 61 condutores que foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. As equipes da PRF aplicaram 1515 testes de bafômetro. Outro fator de risco foi intensamente combatido pela polícia nesse carnaval; os radares instalados ao longo dos principais corredores viários que dão acesso às cidades de Mossoró, Caicó e Macau registraram 2503 imagens de veículos que trafegavam acima da velocidade permitida para a via.

Durante a fiscalização do trânsito nas rodovias, a PRF atuou no combate aos diversos crimes previstos em lei. Quatro pessoas foram submetidas a Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO – pela posse de pequenas quantidades de entorpecentes; duas pessoas foram detidas por porte ilegal de arma de fogo; uma pessoa foi flagrada conduzindo veículo com adulteração de chassi. No combate aos crimes de trânsito, a PRF esteve de olho nos condutores inabilitados, tendo submetido a TCO seis pessoas que dirigiam sem ser habilitadas.

Acidentes

O período de carnaval terminou com o registro de 70 acidentes, com 32 feridos e 04 mortos, nas rodovias federais do RN. A maioria dos acidentes (66%) foram sem feridos. Em comparação com os números do ano passado, houve 10 acidentes a mais; os feridos, que eram 28, passaram a 32 este ano, e o número de mortos não se alterou. Dos quatro acidentes com vítimas fatais três envolveram motocicletas, confirmando o predomínio desses veículos nos acidentes mais graves. Deve-se destacar que de um ano para outro há um crescimento significativo na frota de veículos. Mais de dois mil novos veículos são registrados a cada mês no RN.

Compartilhar:
    Publicidade