Mais quatro construtoras garantem emprego a apenados nas obras de mobilidade

As quatro empresas que adotaram o sistema de contratação de apenados, apostando no compromisso deles com esta oportunidade de reinserção na sociedade são a EIT Construções, Construtora Ramalho Moreira, Queiroz Galvão e Crisal.

 

Pelo menos, 50 operários dessa categoria irão atuar nessas obras, a partir do início de abril. Foto:Divulgação
Pelo menos, 50 operários dessa categoria irão atuar nessas obras, a partir do início de abril. Foto:Divulgação

O interesse de quatro construtoras em ser parceiras do Programa Novos Rumos, na ressocialização de pessoas em cumprimento de pena, possibilitou a abertura de vagas de emprego para a população carcerária do Estado. A partir desta semana, apenados do regime semiaberto, aberto e egressos do sistema carcerário do Estado irão se apresentar no canteiro de obras e fazer os exames necessários para trabalhar na execução dos serviços de mobilidade urbana de Natal. Pelo menos, 50 operários dessa categoria irão atuar nessas obras, a partir do início de abril.

As quatro empresas que adotaram o sistema de contratação de apenados, apostando no compromisso deles com esta oportunidade de reinserção na sociedade são a EIT Construções, Construtora Ramalho Moreira, Queiroz Galvão e Crisal. Juntas, as empresas cumprem o estabelecido no Decreto Municipal nº 9.019/2010, que firma o compromisso de reservar 6% das vagas de trabalho criadas nos contratos e convênios celebrados no âmbito da Administração Pública Municipal Direta, Indireta, pertinentes a obras e serviços para presos, egressos, cumpridores de penas e medidas alternativas.

Esta é uma oportunidade única para esses homens. Estamos recebendo uma mão de obra capacitada, esforçada e que se empenha mais porque reconhecem que esta é uma chance única para recomeçar a vida”, afirma Dâmocles Trinta, presidente do Consórcio para as obras de mobilidade urbana de Natal. Os apenados são treinados e capacitados antecipadamente em cursos preparatórios de construção civil promovidos em parceria com instituições de ensino da cidade.

Fonte:TJRN

Compartilhar:
    Publicidade