Malafaia chama Dilma de “apoiadora da causa gay” e defende voto em Marina Silva

Após a presidenta declarar apoio à criminalização da homofobia, pastor ataca a candidata do PT e convoca os eleitores a votarem no pastor Everaldo e na candidata do PSB

54yqyq

O pastor Silas Malafaia utilizou nesta terça-feira (2) a sua conta no Twitter para atacar a presidenta e candidata à reeleição Dilma Rousseff. Malafaia, principal opositor das políticas públicas em prol da comunidade LGBT, declarou que Rousseff é “hipócrita”. “Hipocrisia de Dilma: apoiar a causa gay, me perseguir, e agora dizer que vai beneficiar as igrejas. Que piada essa hipocrisia política!”, escreveu.

Em outro tuíte, o pastor comemora o fato de ativistas LGBT terem rompido com a candidatura de Marina Silva (PSB). “O ativismo gay não vai mais apoiar Marina. MARAVILHA!! No 1º turno voto no Everaldo. No 2º vou de Marina”, afirmou o pastor. E continuou: “A Dilma apoia a criminalização da homofobia. Vamos combinar: Os gays votam em Dilma. O restante em Everaldo, Aécio, Levy e Marina”.

A presidenta Dilma Rousseff declarou ontem (1) que é favorável à criminalização da homofobia e ainda criticou a sua opositora, Marina Silva, por ter retirado de seu programa o apoio à referida proposta. “ O que eu estou dizendo é que se deve criminalizar a homofobia. A homofobia não é algo que a gente possa conviver”, declarou a presidenta.

Na semana passada, quando a coligação Unidos Pelo Brasil apresentou o seu programa de governo, a criminalização da homofobia e o casamento igualitário figuravam entre as propostas. Porém, depois de pressão de setores fundamentalistas religiosos, as duas demandas foram retiradas do programa. O coordenador de políticas públicas LGBT da coligação de Marina Silva deixou a campanha após o episódio.

 

 

Fonte: Portal Forum

Compartilhar:
    Publicidade