Marcos do Psol: “O PT, quando chegou ao governo, mentiu, traiu e roubou povo brasileiro”

Ao analisar o processo sucessório estadual para o Governo do Estado e Senado, vereador natalense do Psol afirma que candidatura da deputada Fátima Bezerra é prioridade nacional do Partido dos Trabalhadores

TRRTGRHRTH

Joaquim Pinheiro

Repórter de Política

O vereador Marcos Antonio, que está discutindo internamente a possibilidade de ser candidato a governador do Estado nas eleições deste ano pelo Psol, ao analisar o processo sucessório estadual e as possíveis chapas e composições que serão feitas para o Governo do Estado e Senado, acredita que a tendência é a disputa majoritária ser entre Henrique Eduardo (PMDB) e Wilma de Faria (PSB) contra Robinson Faria (PSD) e Fátima Bezerra (PT), sem descartar, entretanto, a candidatura da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) à reeleição. Ele diz também, existir a possibilidade de um chapão envolvendo Garibaldi Filho, Wilma de Faria e Fátima Bezerra. Com relação ao PT, o vereador Marcos Antonio, que já pertenceu ao Partido dos Trabalhadores e pediu desfiliação dizendo-se decepcionado com os rumos que o partido tomou, afirma que a candidatura de Fátima Bezerra “é prioridade nacional da legenda” e “a deputada terá estrutura para sua campanha o que o pobre do Mineiro não teve quando disputou o cargo de prefeito de Natal”.

Marcos Antonio, reforça suas críticas ao PT, dizendo que se acabou a ideologia petista e que o Partido do Trabalhadores pode se juntar a qualquer outra legenda de direita, exceção do DEM e PSDB por não serem da base aliada da presidenta Dilma Rousseff. “O PT quando chegou ao governo mentiu e traiu o povo brasileiro. Disse que ia construir um novo modo de governar, mas se rendeu à direita. O pior do PT foi ter roubado dinheiro da Nação para premiar a direita, já que no mensalão estavam envolvidos partidos como PTB, PRT, PMDB e vários outros”, lembra o vereador do Psol, acrescentando que o vice-governador Robinson Faria poderá ser surpreendido, já que no seu entendimento a militância ideológica do PT não vota nele para governador.

DECISÃO

O vereador Marcos Antonio, do Psol, que ao lado de outros integrantes do partido, postula concorrer ao cargo de governador nas eleições deste ano, afirma que fará reuniões para decidir entre ele, professor Lailson de Almeida, professor Robério Paulino e o sindicalista Santino Arruda, qual será indicado pela legenda para ser candidato, já que existem problemas de ordem pessoal que podem inviabilizar alguns nomes que estariam interessados em participar de uma prévia para disputar o disputar o Governo do Estado.

Compartilhar: