Marina chega a 39% e abre 16 pontos contra Dilma, mostra Ibope São Paulo

Parte do crescimento da candidata do PSB ocorreu por conta da queda de Aécio Neves, que agora tem 17% das intenções, contra 19% da pesquisa anterior

14522_2_L

A pesquisa Ibope realizada no estado de São Paulo mostrou crescimento de 4 pontos para Marina Silva em apenas uma semana, levando a candidata para 39% das intenções de voto, aumentando para 16 pontos sua vantagem para Dilma Rousseff, que permaneceu com os mesmos 23%.

A pesquisa foi feita entre sábado e ontem. Parte do crescimento da candidata do PSB ocorreu por conta da queda de Aécio Neves, que agora tem 17% das intenções, contra 19% da pesquisa anterior. Os outros dois pontos ganhos por Marina vieram da parte dos eleitores que pretendem votar em branco ou anular, que caiu de 9% para 7%. Entre os “nanicos” a soma chega a 4%, enquanto os eleitores indecisos são 10%. A vantagem de Marina sobre os outros candidatos no estado se dá principalmente pela bancada evangélica, com a candidata dos PSB tendo 49% dos votos destes eleitores.

Enquanto isso, Dilma tem 20% dos votos evangélicos e Aécio tem 9%. Entre os católicos há um maior equilíbrio, mas Marina segue na frente. A candidata do PSB tem 36% dos votos, enquanto Dilma e Aécio têm 25% e 19%, respectivamente.

Na combinação “governador + presidente”, os eleitores de São Paulo se mostram no chamado “Geraldina”, sendo que 43% dos eleitores que dizem votar em Geraldo Alckmin disseram preferir Marina Silva. Enquanto isso, 26% afirmaram votar em Alckmin e em Aécio Neves, que é do seu partido, enquanto “Alckmin + Dilma” tem 23%. Ainda em relação à Marina, 51% dos eleitores de Skaf disseram votar na candidata do PSB e 16% dos eleitores de Padilha.

 

 

Fonte: InfoMoney

Compartilhar: