Massa diz que tinha chances de pódio e que acidente “é uma vergonha

Brasileiro abandonou o GP da Austrália após ser atingido na traseira por Kobayashi: "Não havia nada que eu pudesse fazer"

Felipe Massa deixa o carro depois de ser atropelado por Kobayashi e ter que abandonar a prova. Foto:Divulgação
Felipe Massa deixa o carro depois de ser atropelado por Kobayashi e ter que abandonar a prova. Foto:Divulgação

Não foi uma boa estreia para Felipe Massa e sua Williams. Posicionado para largar na 9ª posição, o brasileiro viu seu Grande Prêmio da Austrália de F1 acabar logo na primeira curva, após ser atingido na traseira pelo piloto japonês Kamui Kobayashi, da Caterham.

Ao site oficial da Williams, ele se disse frustrado porque tinha condições de subir ao pódio em Melbourne. “Obviamente, estou muito desapontado porque tinha um carro capaz de brigar por um pódio hoje, mas o incidente na primeira curva arruinou minha corrida. Tentei largar de forma calma e não correr nenhum risco, mas fui atingido por trás por Kobayashi, que demorou para frear, e não havia nada que eu pudesse fazer para evitar sair da corrida.”

Apesar de classificar o acidente logo na primeira curva como “uma vergonha”, Massa diz que muitos pontos positivos podem ser aprendidos do final de semana.

“É uma vergonha, mas há muitas coisas positivas que a equipe pode aprender neste final de semana em termos de ritmo e confiança, por isso estou apenas pensando na corrida seguinte (na Malásia) e em ter um bom resultado lá”, declarou.

Massa chegou a pedir que a FIA punisse Kobayashi, mas foi descoberto que o carro do japonês tinha problemas no freio, livrando-o de uma punição. Em seu Twitter, Kamui pediu desculpas para o brasileiro e ratificou o que a FIA decidiu, que o acidente não foi sua culpa. O GP da Austrália foi vencido por Nico Rosberg, da Mercedes, seguido de Kevin Magnussen e Jenson Button, ambos da McLaren.

Fonte;IG

Compartilhar: