McGregor “atropela” brasileiro no UFC e faz a festa dentro de casa

Foi a terceira vitória seguida de McGregor no UFC

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O principal ídolo irlandês do UFC, Conor McGregor fez a festa dos fãs neste sábado. Ele lutou em casa contra o Diego Brandão, ditou o ritmo do combate e venceu no primeiro round, por nocaute técnico. Foi a terceira vitória seguida de McGregor no UFC, que agora deve ser colocado contra os melhores pesos penas da organização. Já Brandão sofreu a segunda derrota consecutiva.

Brandão entrou no octógono sob muita hostilidade. Já McGregor teve até bandeiras da Irlanda nos telões com a inscrição “UFC”. Era um clima previsível, assim como foi o início da luta: conhecidos por serem explosivos e agressivos, eles trocaram golpes em pé com intensidade.

Mas logo Brandão percebeu que a estratégia era arriscada demais e tentou derrubar o adversário, o que não deu certo. McGregor ficou por cima e castigou o brasileiro na posição de “ground and pound”.

Quando finalmente conseguiu ficar em pé, Brandão quis partir para o “tudo ou nada” novamente. Foi quando ele sofreu muitos contra-ataques e não conseguiu reagir. McGregor encurralou o brasileiro na grade e acertou um soco direito que definiu a luta. Brandão se agachou, sofreu mais golpes, e então o nocaute técnico foi decretado.

Veja como foram as outras lutas do card principal do UFC na Irlanda

Gunnar Nelson x Zak Cummings

Os dois meio-médios chegaram invictos no UFC. Islandês, Nelson contou com apoio absoluto da torcida europeia, mas começou cauteloso. Fez um primeiro round equilibrado e só esteve mais agressivo no segundo assalto. Foi quando se agarrou em Cummings por trás e aplicou um ótimo jiu-jitsu até vencer com um mata-leão. Invicto na carreira e com quatro vitórias seguidas no UFC, ele agora deve enfrentar os melhores da categoria.

Brad Pickett x Ian McCall

Era uma luta importante, já que reunia dois importantes lutadores do peso pena. Mas o combate foi abaixo das expectativas, uma vez que ambos trocaram golpes em pé com lentidão. McCall se mexeu mais, esteve melhor tecnicamente e conseguiu a vitória por pontos. Agora ele volta a ser cotado para fazer revanche contra Demetrius Johnson, disputando o cinturão da categoria.

Norman Parke x Naoyuki Kotani

Foi uma luta muito mal “casada”, já que o nível técnico dos lutadores era bem diferente. Com 20 vitórias em 22 lutas na carreira, Parke já tinha mostrado talento no UFC, com três vitórias. Já Kotani estreava e foi dominado desde o início. Por alguns segundos o nocaute não aconteceu no primeiro round. Depois do intervalo, Parke partiu para cima e conseguiu facilmente outra vitória.

Fonte: Terra

Compartilhar: