Médico diz que Schumacher “não será mais Schumacher” se despertar

Para Greenwood, a recuperação de Schumacher só será efetiva se ele reconhecer suas limitações

Schumacher está sendo tratado no hospital da Universidade de Grenoble, na Suíça. Foto: Divulgação
Schumacher está sendo tratado no hospital da Universidade de Grenoble, na Suíça. Foto: Divulgação

O especialista em lesões cerebrais Richard Greenwood afirmou ao jornal inglês The Times que Michael Schumacher “não será mais Michael Schumacher” caso ele desperte do coma em que se encontra desde o acidente de esqui sofrido nos Alpes suíços, em 29 de dezembro. Segundo o médico, o alemão terá que aceitar o fato de ser uma pessoa completamente diferente.

Para Greenwood, a recuperação de Schumacher só será efetiva se ele reconhecer suas limitações e se ajustar a um estilo de vida completamente diferente após os danos.

O ex-piloto, heptacampeão mundial de Fórmula 1, bateu a cabeça em uma pedra após cair enquanto esquiava, e já passou por duas cirurgias na cabeça para remoção de hematomas e inchaços no cérebro.

Schumacher está sendo tratado no hospital da Universidade de Grenoble, na Suíça, e segue em coma induzido. Na última quinta-feira, especialistas admitiram a possibilidade de o alemão permanecer em estado vegetativo para o resto da vida. Oficialmente, a versão ainda é a de que o ex-piloto está em estado “crítico, porém estável”.

 

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade