Meia Rodriguinho perde espaço no novo Grêmio do técnico Felipão

Meia, que pertence ao Corinthians, foi titular na primeira partida do técnico, mas não figurou nem no banco contra o Cruzeiro e treinou fora do time reserva

Rodriguinho treina fora até de time reserva. Foto: Divulgação
Rodriguinho treina fora até de time reserva. Foto: Divulgação

A grande surpresa da primeira partida de Luiz Felipe Scolari no Grêmio foi a presença do meia Rodriguinho. Sem que fosse cogitado, começou o clássico Gre-Nal do último dia 10. Menos de 20 dias depois, não figura nem no banco de reservas e completa o time das categorias de base. Uma derrocada do jogador, contratado por empréstimo neste ano.

Felipão está no comando do Grêmio há quatro jogos. Nestes, utilizou Rodriguinho em um deles. O meia foi titular no Gre-Nal, mas foi sacado já no intervalo. Nos primeiros segundos de jogo, o meia acertou Willians e recebeu o cartão amarelo. Desde então, não tem sido utilizado.

Contra o Criciúma, ainda figurou entre os reservas. Mas depois disso esteve fora da delelgação que foi derrotada pelo Cruzeiro em Minas Gerais. Como pertence ao Corintihans, não pode atuar no último domingo. Mas o horizonte não é de oportunidades.

Em um coletivo de suplentes e jogadores das categorias de base, o meia esteve no time dos jovens, sem espaço até mesmo entre os reservas. Algo incomum para quem foi titular no Gre-Nal. O perfil do meia, mais experiente, não bate com a ideia de valorizar os jovens. Por exemplo, Walace também foi titular no Gre-Nal e não atuou nos últimos jogos. Mas esteve no time do elenco principal nesta segunda.

Aos poucos, Felipão vai conhecendo o grupo que tem em mãos. Por exemplo, disse que “ganhou” um jogador com a utilização de Alán Ruiz contra o Timão, após observar vídeos do argentino.

“Ganhei um jogador a mais. Não tinha usado o Alán Ruiz, agora já vi alguns jogos dele. Vi os vídeos. E vamos ganhando um ou outro jogador. Acho que o Grêmio tem uma condição de chegar equilibrado neste campeonato e fazer uma excelente Copa do Brasil”, comentou.

O Tricolor tem outros jogadores na mesma condição. O lateral-esquerdo Marquinhos, emprestado até o final do ano, também não vem sendo utilizado. O mesmo vale para o meia Jean Deretti, que o clube gaúcho conseguiu a prorrogação de empréstimo, mas não o escalou mais. E o zagueiro Bressan, que não foi escalado por Felipão e nem figurou entre os reservas.

Fonte: Lancenet

Compartilhar:
    Publicidade