Mercado publicitário do RN quer espantar a crise e inicia 2014 com grandes licitações

Agências de propaganda se mobilizam para demonstrar importância do investimento público em publicidade. Mercado está em plena atividade trabalhando licitações

 

Agências do RN esperam reagir em 2014. Foto: ilustração
Agências do RN esperam reagir em 2014. Foto: ilustração

Jean Valério

O Sindicato das Agências de Propaganda do Rio Grande do Norte (Sinapro) está investindo na divulgação de uma mensagem para destacar a importância social e econômica das campanhas publicitárias custeadas pelo poder público. Com o slogan “Verba publicitária pública: É Lei. É necessária. É pra você”, a campanha está sendo veiculada em internet, rádio, jornais e TV. 2013, com perdas neste setor estimadas em R$ 20 milhões, é um ano a ser esquecido pelo mercado publicitário. Todas as empresas já miram 2014, um novo ano que promete ser promissor, iniciando com duas grandes licitações públicas já em curso.

A diminuição dos investimentos públicos em publicidade verificada em 2013, quando Governo do RN, Prefeituras e Assembléia Legislativa aplicaram menos R$ 20 milhões, gerou conseqüências negativas entre elas muitas demissões nas agências de propaganda, que foram forçadas a reduzir o quadro profissional. O problema atinge todo o mercado de comunicação, comprometendo gráficas, produtoras de vídeos e áudio e os veículos de comunicação. “O investimento público é importante porque informa a população e contribui para manter empregos neste segmento inteiro”, defende Lana Mendes, presidente do Sinapro.

Mas 2014 já aponta como uma bússola promissora para o setor. É que estão em curso concorrências públicas com previsão orçamentária de boas verbas publicitárias no Governo do RN e Assembléia Legislativa. No tradicional período de recesso, compreendido entre 20 de dezembro e 7 de janeiro, a maioria das agências de publicidade continuam trabalhando forte fechando detalhes das peças nas concorrências públicas. Para a Assembléia Legislativa, hoje atendida pelas agências Art&C, Base e Armação, serão licitadas as mesmas três vagas. Para o Governo do RN, hoje atendido por cinco agências, será aberto espaço para sete agências na nova licitação, sendo que uma delas atenderá exclusivamente o Detran/RN.

Nos bastidores, além de muito trabalho técnico, há ainda as articulações. Algumas realizadas dentro da ética e do que a lei permite. Outras, nem tanto. Recentemente foi tornado público, por exemplo, o imbróglio da última licitação que o Governo do RN tentou concluir, sem sucesso, devido a embargos judiciais patrocinados por uma das agências que perdeu a concorrência, a Crioula Propaganda, empresa que, apesar de ser uma das mais jovens do mercado, tem demonstrado qualidade técnica e boa articulação. O fato é que, este segmento, formado no Estado por grandes talentos e capacidades intelectuais, entra 2014 em plena atividade.

 

 

Compartilhar:
    • Manoel Gomes

      UMA DOS GRANDES DESAFIOS NO CAMPO DA PUBLICIDADE É AUTENTICIDADE E ALCANCE FÍSICO.