Mesmo sem gols, Wallyson se diz tranquilo para ‘decisão’ na Argentina

Com sete pontos ganhos, o Botafogo está em segundo lugar no Grupo 2 e precisará vencer os argentinos para se classificar às oitavas de final sem depender de ninguém

Foto
Foto

Sem marcar um gol pelo Botafogo desde a partida diante do San Lorenzo (ARG), no Maracanã, realizada no dia 11 de fevereiro, o atacante Wallyson afirmou não estar impaciente para voltar a balançar as redes adversárias. De acordo com o jogador, ele tem tido muito apoio, o que o deixa tranquilo para o jogo de volta entre as duas equipes, quarta-feira, em Buenos Aires, válido pela última rodada da chave.

“A marcação aumentou um pouco, todo mundo sabe. Estou tentando sair dela, trabalhando muito, para procurar espaço e fazer as jogadas. Trabalho do mesmo jeito porque vai chegar o momento que a bola vai começar a entrar de novo. Estou há mais de um mês sem fazer gol, mas tenho a confiança da torcida e dos companheiros. Espero marcar nesse jogo e ajudar o Botafogo. Vai ser na hora certa”, disse Wallyson, em entrevista coletiva, neste sábado, no Engenhão.

Com sete pontos ganhos, o Botafogo está em segundo lugar no Grupo 2 e precisará vencer os argentinos para se classificar às oitavas de final sem depender do resultado de Unión Española (CHI) e Independiente del Valle (EQU), que completam a chave e que também se enfrentam na quarta, em Santigo. Wallyson destacou que os alvinegros estão encarando o jogo como uma decisão e que têm de estar preparados para os desafios.

“Vai ser uma guerra, porque eles precisam também da vitória para passar de fase, assim como nós. Brasil e Argentina sempre é jogo pegado, de muitas faltas, temos que estar preparados para um jogo truncado, mas sabendo que temos boas chances de conseguir um grande resultado”, disse o atacante.

O time deve entrar em campo contra o San Lorenzo com: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Bolatti, Lodeiro e Jorge Wagner; Wallyson e Ferreyra.

Fonte: Terra

Compartilhar: