“Messi tem fadiga mental”, analisa treinador argentino campeão do mundo

Em entrevista à rádio catalã La Xarxa, ele disse ver o camisa 10 do Barcelona “triste” e com “fadiga mental”.

Menotti vê Messi esgotado psicologicamente. Foto: Divulgação
Menotti vê Messi esgotado psicologicamente. Foto: Divulgação

O treinador que levou a Argentina ao primeiro título em Copas do Mundo, em 1978, Cesar Luis Menotti tentou encontrar um motivo para o mau momento que Lionel Messi atravessa nas últimas semanas. Em entrevista à rádio catalã La Xarxa, ele disse ver o camisa 10 do Barcelona “triste” e com “fadiga mental”.

“Ele tem que superar a tristeza dos maus resultados e entrar em campo com a alegria, com o orgulho e com a paixão que são necessários para jogarem um clube como o Barcelona”, disse Menotti, que dirigiu o clube catalão no título da Copa do Rei de 1983, contra o Real Madrid – mesmo adversário da decisão desta quarta.

“Isso é algo que ele deve recuperar. Vejo-o com uma certa fadiga mental, mais que física. E isso é normal, porque fez muitas partidas e tem muitas obrigações. Com alguns dias de tranquilidade pode recompor sua cabeça e ser o melhor do mundo, como é”, acrescentou.

Menotti, que ficou marcado como o treinador que não levou o então jovem astro Diego Armando Maradona para a Copa de 1978, também acredita que a proximidade com o Mundial de 2014 tem atrapalhado Messi. Principalmente no aspecto psicológico.

“Não acho que ele esteja se reservando físicamente para a Copa, acredito que a cabecinha dele esteja bagunçada. Isso já aconteceu com os melhores jogadores do mundo, mas confio em sua qualidade”, concluiu.

Barcelona e Real Madrid entram em campo nesta quarta-feira, às 16h30 (de Brasília), para a decisão da Copa do Rei. O time merengue não poderá contar com o atacante português Cristiano Ronaldo, lesionado.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade